Ver versão desktop
ONLINE
26
Menu
Começar Pontos Academia Curso Tips    Análises    Procurar Tips Estatísticas de Futebol Estatísticas de Ténis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Menores de idade apanhados a jogar no Placard


Menores de idade apanhados a jogar no Placard

Há menores de idade a apostar no Placard, o jogo de apostas desportivas da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa disponível em cafés e papelarias de todo o país, inclusivamente junto a escolas.

O controlo do jogo é deficiente, e estão a ser divulgados casos de menores de idade e mediadores a ser identificados pela GNR após terem sido apanhados em flagrante.

No Jornal de Notícias de 21 de Janeiro de 2016 lê-se no título princial da capa "Apostas de menores no jogo Placard fora de controlo".

Em dias de jogos grandes fazem fila nos mediadores da Santa Casa situados junto às escolas.

Há menores viciados no Placard, que jogam até o dinheiro para as refeições. A dependência é tão forte que, em dias de jogos grandes de futebol, os jovens estudantes fazem filas para apostar, em particular nos mediadores situados nas proximidades das escolas. Ao JN, a Santa Casa da Misericórdia (SCML) garante que "não tem conhecimento concreto dessa situação" e, caso venha a ter, "atuará nos termos da lei". É aos mediadores que cabe fazer cumprir as regras, ou seja, impedir que os menores joguem. Neste ou noutro jogo qualquer.

Em apenas quatro meses de vida, o Placard, novo jogo de apostas desportivas, conseguiu a proeza de cativar quase meio milhão de apostadores, entre os quais muitos menores, legalmente impedidos de jogar. Fenómeno que ninguém controla.

GNR identifica proprietário de papelaria de Alpiarça depois de denúncias de edicadores.

O Jornal Rede Regional já tinha publicado no seu site, dia 19 de Janeiro, notícia da GNR de Alpiarça ter apanhado menores a jogar no Placard.

O proprietário de um café e dois menores, de 15 e 16 anos, foram identificados pela GNR de Alpiarça após terem sido apanhados em flagrante com boletins registados no Placard, o novo jogo de apostas da Santa Casa.

Esta operação foi montada pela GNR de Alpiarça após várias denuncias de encarregados de educação e moradores acerca da aceitação de apostas a menores.

O proprietário do estabelecimento incorre num processo contraordenacional que vai desde a simples advertência escrita a uma coima de 25 mil euros, sendo uma das sanções acessórias a perda da licença de exploração dos Jogos Santa Casa.

O expediente legal relativo aos menores vai ser remetido à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Alpiarça.

Também o Diário de Notícias noticia hoje que "adolescentes chegam a usar dinheiro das refeições para apostar".

Os dois jovens identificados foram referenciados à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens; tinham registado um boletim no valor de dois euros, com ganhos de 28,90 euros.

De acordo com o JN, os menores usam o talão com o número de contribuinte dos pais ou de um colega maior de idade. Alguns chegam mesmo a registar-se com o próprio NIF, já que os terminais não detetam se o número pertence a um menor. Ao jornal, vários agentes dos jogos da Santa Casa relataram situações de verdadeira "loucura", mencionando casos em que os jovens vêm sozinhos dizendo que têm autorização dos pais ou que a mãe está à espera no carro.

No caso de as apostas dos menores serem premiadas, os mediadores nada podem fazer a não ser entregar o prémio: se a aposta foi registada, não é possível reter o talão vencedor.

Desde o lançamento, em setembro de 2015, o Placard registou mais de 65 milhões de euros em vendas brutas, indica o JN, precedido apenas pelo Euromilhões e pela Raspadinha, que está no topo das preferências dos apostadores.


Fontes: JNRede Regional e DN.

controlo, gnr, jornal de notícias, menores de idade, placard, rede regional

Partilhar "Menores de idade apanhados a jogar no Placard" via:

Enviar Comentário

Comentário (145)

  1. o_carasco 21 Jan 2016 - 01:39
    Ando por aqui, e por onde me é possível, a denunciar este escândalo à muito tempo!

    Incrivel a falta de vergonha e pudor destes cavalheiros?!

    "NÃO TÊM CONHECIMENTO..." Que "lata!!!!!!"

    As pessoas só têm conhecimento daquilo que querem.

    Esta treta de jogo anda a sacar o dinheiro do lanche aos putos do liceu. E já não é apenas miúdos de 15 / 16 anos! 

    Já há muitos miúdos de 12 --Não me enganei-- 12 anos sim senhor!!...a gastar o dinheiro que os pais (a maior parte deles com muito sacrifício) lhes dão para lanchar na escola.  São estes miúdos que passam dificuldes, que jogam.

    Mas para esta casa que é santa,  - pelo menos para o stor santana- não há conhecimento de nada...

    Pelo menos calem-se! Já que vergonha todos percebemos que não sabem o que é!

    E para a vergonha continuar. apanharam um "bode expiatório" - coitado - e provavelmente vão fazer deste miserável, um exemplo, como se fosse caso único! 
    NÃO É!!!  Este escândalo está espalhado por todo o país e por todos o quiosques. Este jogo já é uma treta onde só os inocentes acreditam que podem  ganhar dinheiro, não venham também, por favor,  com a treta de que é tudo limpinho, limpinho, limpinho, como dizia o outro.

    Nesta treta só acredita mesmo os inocentes e o desempregado MOTA. Coitado.... tem que se fazer à vida que isto não está fácil.

  1. o_carasco 21 Jan 2016 - 02:09
    "não tem conhecimento concreto dessa situação" e, caso venha a ter, "atuará nos termos da lei



    Mas a que raio de lei é que se referem!?

    O homenzinho do quiosque recebe "à peça"!...

    Alguem acredita que ele se vai preocupar se o puto é menor ou não? Não nos tomem a todos por idiotas!

    Alem disso, no caso de um agente zeloso,  juntam 3 ou 4 putos, um deles fez 18 anos no dia anterior e está tudo resolvido.

    Tantos "pareceres circunstanciados", e "questões de grande complexidade jurídica" que andam a adiar de forma  incompreencivel a atribuição de licenças ao jogo "on line" e isto ninguém se preocupou!? ...."a lei!?..." esta, apenas diz que têm que ser maior! Tão só!... E quem fiscaliza? Não ocorreu esse detalhe a ninguém?

    Que eu tenha conhecimento NENHUMA casa de jogo "on line" aceitava jogadores menores. E não me parecia fácil "furar" o esquema de identificação. Com estes - e bem- acrescento eu, andam muito cuidadosos mas com a casa talvez por acharem que é mesmo SANTA, não há necessidade de grandes cuidados... afinal são santos... o desempregado MOTA também deve achar!... isto deve-lhe ter caído como uma bênção divina, imagino eu... coitado alem de desempregado, até já tinha entrado no esquecimento
  1. Sou Eu 21 Jan 2016 - 02:29
    Apostar por vício e impulso dá nisto. O problema é que em Portugal é para continuar assim! Afinal estão a apostar na desportiva!
  1. Sou Eu 21 Jan 2016 - 02:31
    Porque não ensinam na escola desde a primária a apostar no placard, já que aquilo é fonte de receita da SCML e do Estado? Estou a ver o "problema"... Quando chegasse à parte de "apostar com valor"... Afinal não é no Placard nem em Portugal (nesta altura) que se consegue!
  1. o_carasco 21 Jan 2016 - 02:58
    Boa! .... Gostei dessa ideia!

    Aulas de formação cívica. Plano curricular: -APOSTAR NA DESPORTIVA no PLACARD. com o professor DESEMPREGADO MOTA

    Iniciação logo no pré- primario para a "coisa" ficar bem cimentada
  1. GreenUpHorsie 21 Jan 2016 - 04:44
    Desculpem-me o cinismo e o sarcasmo mas aqui vai:


    Pois bem, quem faz trading, compreenda-se, compra e vende dinheiro numa bolsa, sendo no nosso caso de apostas, sendo no meu caso em pré live e por vezes live de corridas de cavalos uk/irl, esses sim são uns viciados.
    Onde já se viu? estudarem gráficos? candles? book over/under round? pressão de dinheiro? swings? scalps? padrões? esses sim são uns viciados na essência mais simples e pura do que é trading sem grandes invenções do mundo financeiro, ou seja compra-se por um valor, vende-se por outro, divide-se o lucro para ter o mesmo seja que resultado for, e paga-se uma comissão sobre o lucro. Esses pá... são uns viciados tristes, onde é que já se viu utilizar as apostas como um mundo onde se possa fazer dinheiro... seja em trading.. cavalos, futebol, seja no punting...

    Mas faz algum sentido esta gente apostar com profissionalismo quando deviam era andar a apostar na desportiva? faz algum sentido comprar-se uma aposta e a seguir ir vender essa mesma aposta a quem esteja disposto a pagar mais alto? isso é uma parvoíce por isso vamos arranjar dificuldades técnicas, liquidez internacional ao estilo de um país que não tem liquidez internacional tipo França, vamos inventar dificuldades para que não seja em Novembro de 2015, para que não seja em Março de 2016, e para que... deixa ver, 2017? 2027? ahh já sei, 2715?

    Vamos lixar o trabalho a uns 20 ou 30 mil registados, sendo que há mais uns tantos mais não registados em fóruns que aprendem com outros amigos ou fóruns estrangeiros, portanto quê? uns 100mil? entre punter traders e profissionais de poker? então bora DAR CABO DO EMPREGO/HOBBY A CERCA DE 1% DA POPULAÇÃO PORTUGUESA numa actividade em que é preciso, comprovar-se identidade, comprovar-se morada, comprovar-se tudo isso na bolsa de apostas, na casa de apostas, na sala de poker, nas carteiras electrónicas que por sua vez comprovam a nossa identidade enviando códigos para casa e comprovando que o dinheiro é proveniente de uma conta bancária em nosso nome.... tudo coisas que os menores de idade têm como é óbvio..........

    Conheço uma molhada de menores com contas da meo, do gás, da luz, um cartão do cidadão que diz que tem 18 anos, uma morada em que podem receber correspondência sem os pais saberem, e claro, com uma conta bancária de onde podem transferir dinheiro para carteiras electrónicas/casas/bolsas/salas de apostas e poker.

    TENHAM VERGONHA meus meninos apoiantes do senhor que quer dar tudo à santa casa, ele sabe quem é, está no governo inventado em quem os portugueses não votaram. Eu se fosse do bloco, ou do pcp, tinha vergonha e mudava de partido, tenham vergonha senhores da santa casa, e tenham também vergonha senhores dos casinos que têm andado agora em negociações com o governo enquanto nós, estamos desempregados ou sem rendimento extra.

    Este 1% da população deveria era ir toda inscrever-se no centro de emprego nem que fosse por um mês, antes de eles conseguirem tentar colocar tudo em cursos fantásticos de encher chouriço.

    Tenham em atenção, que este fórum está atento. As pessoas estão atentas, até as avozinhas e não apostadores nos ouvem falar, e ficam também atentos, a esta palhaçada. Muitos parabéns mas não julguem é que as pessoas não reparam em vocês.
    Eu cá estou a tratar da minha vidinha, e em breve estarei a dar iva, rendas, impostos, a outro país. Tenho vergonha deste tão pelo país que é lindo por fora, e por dentro, mas no meio dele tem uma raíz de podridão que é quem brinca com pelo menos 1% da população como se fossemos gado, pronto a ir para o matadouro ou o campo de concentração da fome e desemprego cada vez que eles se lembram de dificultar algo em nome da casa que é santa.

    A minha paciência já era, a minha calma já era, agradeço em muito tudo o que a ANAOn tem feito e continua a fazer, mas eu poder comprar e vender e lucrar o meu rendimento em corridas de cavalos sinceramente cada vez mais me parece uma realidade distante, mas que está a 2h de voo de distância... Num local onde querem o nosso dinheiro, e aceitam de bem a nossa profissão, e não se importam que nós lá cheguemos e deixemos lá o nosso quinhão de ivas e outros impostos em tudo o que compramos e usamos.

    Conclusão, e se levarem a mal levaram mas temos pena porque é uma constatação, vocês, governo, ligadores de complicómetro, responsáveis que cedem a isto que estamos a ver, mas são burros. Julgam que são espertos, que enchem o rabinho com algo que nem quero saber o que é mas, são, b u r r o s.

    Agora, vamos lá deixar os menores apostar no quiosque se faz favor, que é isto? queixas? eles estavam tão bem a apostar no quiosque do sr zé antes de vir o jornal queixar-se pá.. e a scml nem sequer sabe de nada... sempre a complicarem, não percebiam que antes desta lei o problema era os menores que apostavam? todos aqueles 5 ou 8, que estavam quase a fazer 18 anos e faziam-no em nome dos pais? agora que os menores já não se vêm gregos vamos dar cabo da sua tentativa de ganhar o suficiente de modo a que hoje não almoçam, mas se acertarem na aposta amanhã podem almoçar 1,75 almoços?.  (clap) (clap)
  1. Avenger 21 Jan 2016 - 06:19
    Disseste tudo...e não foi nada que eu já não tenha afirmado.
  1. Bcardeira 21 Jan 2016 - 08:47
    muito bem dito!!!! Este País feito destes governantes, que na realidade de governantes nada têm, pois eles não representam o seu povo, representam apenas os seus interesses próprios, o seu bolso, a sua ganância desmedida.
    São na realidade a representação do atraso em que este país está envolto á décadas. (ayudo) (ayudo) (ayudo)

    Como outros tentarei a minha vida fora deste país que tanto adoro, mas que não nos deixa ser livres na sua plenitude!!!
  1. betjmg 21 Jan 2016 - 09:29
    GreenUpHorsie escreveu:
    Desculpem-me o cinismo e o sarcasmo mas aqui vai:


    Pois bem, quem faz trading, compreenda-se, compra e vende dinheiro numa bolsa, sendo no nosso caso de apostas, sendo no meu caso em pré live e por vezes live de corridas de cavalos uk/irl, esses sim são uns viciados.
    Onde já se viu? estudarem gráficos? candles? book over/under round? pressão de dinheiro? swings? scalps? padrões? esses sim são uns viciados na essência mais simples e pura do que é trading sem grandes invenções do mundo financeiro, ou seja compra-se por um valor, vende-se por outro, divide-se o lucro para ter o mesmo seja que resultado for, e paga-se uma comissão sobre o lucro. Esses pá... são uns viciados tristes, onde é que já se viu utilizar as apostas como um mundo onde se possa fazer dinheiro... seja em trading.. cavalos, futebol, seja no punting...

    Mas faz algum sentido esta gente apostar com profissionalismo quando deviam era andar a apostar na desportiva? faz algum sentido comprar-se uma aposta e a seguir ir vender essa mesma aposta a quem esteja disposto a pagar mais alto? isso é uma parvoíce por isso vamos arranjar dificuldades técnicas, liquidez internacional ao estilo de um país que não tem liquidez internacional tipo França, vamos inventar dificuldades para que não seja em Novembro de 2015, para que não seja em Março de 2016, e para que... deixa ver, 2017? 2027? ahh já sei, 2715?

    Vamos lixar o trabalho a uns 20 ou 30 mil registados, sendo que há mais uns tantos mais não registados em fóruns que aprendem com outros amigos ou fóruns estrangeiros, portanto quê? uns 100mil? entre punter traders e profissionais de poker? então bora DAR CABO DO EMPREGO/HOBBY A CERCA DE 1% DA POPULAÇÃO PORTUGUESA numa actividade em que é preciso, comprovar-se identidade, comprovar-se morada, comprovar-se tudo isso na bolsa de apostas, na casa de apostas, na sala de poker, nas carteiras electrónicas que por sua vez comprovam a nossa identidade enviando códigos para casa e comprovando que o dinheiro é proveniente de uma conta bancária em nosso nome.... tudo coisas que os menores de idade têm como é óbvio..........

    Conheço uma molhada de menores com contas da meo, do gás, da luz, um cartão do cidadão que diz que tem 18 anos, uma morada em que podem receber correspondência sem os pais saberem, e claro, com uma conta bancária de onde podem transferir dinheiro para carteiras electrónicas/casas/bolsas/salas de apostas e poker.

    TENHAM VERGONHA meus meninos apoiantes do senhor que quer dar tudo à santa casa, ele sabe quem é, está no governo inventado em quem os portugueses não votaram. Eu se fosse do bloco, ou do pcp, tinha vergonha e mudava de partido, tenham vergonha senhores da santa casa, e tenham também vergonha senhores dos casinos que têm andado agora em negociações com o governo enquanto nós, estamos desempregados ou sem rendimento extra.

    Este 1% da população deveria era ir toda inscrever-se no centro de emprego nem que fosse por um mês, antes de eles conseguirem tentar colocar tudo em cursos fantásticos de encher chouriço.

    Tenham em atenção, que este fórum está atento. As pessoas estão atentas, até as avozinhas e não apostadores nos ouvem falar, e ficam também atentos, a esta palhaçada. Muitos parabéns mas não julguem é que as pessoas não reparam em vocês.
    Eu cá estou a tratar da minha vidinha, e em breve estarei a dar iva, rendas, impostos, a outro país. Tenho vergonha deste tão pelo país que é lindo por fora, e por dentro, mas no meio dele tem uma raíz de podridão que é quem brinca com pelo menos 1% da população como se fossemos gado, pronto a ir para o matadouro ou o campo de concentração da fome e desemprego cada vez que eles se lembram de dificultar algo em nome da casa que é santa.

    A minha paciência já era, a minha calma já era, agradeço em muito tudo o que a ANAOn tem feito e continua a fazer, mas eu poder comprar e vender e lucrar o meu rendimento em corridas de cavalos sinceramente cada vez mais me parece uma realidade distante, mas que está a 2h de voo de distância... Num local onde querem o nosso dinheiro, e aceitam de bem a nossa profissão, e não se importam que nós lá cheguemos e deixemos lá o nosso quinhão de ivas e outros impostos em tudo o que compramos e usamos.

    Conclusão, e se levarem a mal levaram mas temos pena porque é uma constatação, vocês, governo, ligadores de complicómetro, responsáveis que cedem a isto que estamos a ver, mas são burros. Julgam que são espertos, que enchem o rabinho com algo que nem quero saber o que é mas, são, b u r r o s.

    Agora, vamos lá deixar os menores apostar no quiosque se faz favor, que é isto? queixas? eles estavam tão bem a apostar no quiosque do sr zé antes de vir o jornal queixar-se pá.. e a scml nem sequer sabe de nada... sempre a complicarem, não percebiam que antes desta lei o problema era os menores que apostavam? todos aqueles 5 ou 8, que estavam quase a fazer 18 anos e faziam-no em nome dos pais? agora que os menores já não se vêm gregos vamos dar cabo da sua tentativa de ganhar o suficiente de modo a que hoje não almoçam, mas se acertarem na aposta amanhã podem almoçar 1,75 almoços?.  (clap) (clap)

    Para além de concordar com a ideia de fundo deste post (porque é que há tantos entraves ao trading?), compreendo perfeitamente a ironia com que é escrito, pois a impossibilidade de prosseguir com uma actividade (que até iria gerar receitas para o país) leva a frustração ou mesmo raiva.

    Este é o tipo de posts que devia chegar à comunicação social, mesmo com este tom, pois é representativo do que sentem muitos.
    Mesmo que a anaon se demarcasse, falando noutros termos, devia fazer coisas como estas públicas, para mostrar que há muita gente severamente crítica disto tudo.

    Lembro-me dum post, já não sei em que tópico, de alguém que afirmava ganhar o ordenado mínimo e que conseguia tirar cerca de 300 euros por mês com o trading (e que sem trading e fazendo horas extraordinárias ganhava mais 10 ou 20 euros por mês). 300 euros é um aumento de mais de 50% do ordenado da pessoa, todos os meses.

    Este tipo de posts deviam ser coligidos e postos na opinião pública. Entre muitas outras coisas...

    Eu também queria fazer trading de cavalos, e agora não sei quando é que vai ser possível em Portugal...

    Enfim, é natural, humano e compreensível, o texto do greenuphorsie.

    Que tristeza.
  1. King Of Diamonds 21 Jan 2016 - 09:30
    Temo sinceramente que isto não sirva para que proíbam de vez as apostas sejam elas quais for em Portugal. Não se esqueçam que é só o governo querer muda tudo... estamos de estar atentos a esta situação e mostrar aos senhores que antes não existiam casos destes os sites estavam ai e não existia este tipo de situações. Peço ao pessoal da ANAON que se mantenha muito atenta e que junto do regulador e do novo governo intervenha de modo a defender a nossa dama porque temo que isto ainda possa piorar mais.

Procurar