Ver versão desktop
ONLINE
10
Menu
Começar Pontos Academia Curso Tips    Análises    Procurar Tips Estatísticas de Futebol Estatísticas de Ténis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Iniciar as Apostas: O Tamanho Importa


Iniciar as Apostas: O Tamanho Importa
Ao baixares o montante do teu “raise” de abertura, podes jogar mais mãos e jogá-las agressivamente. Se abrisses sempre com quatro vezes a "big blind" quando começasses as apostas, só podias jogar mãos fortes, porque o custo de fazer “raise” é mais substancial.

Umas das áreas do póquer que mudou drasticamente ao longo dos anos foi o tamanho das apostas dos jogadores e o que é agora considerado o montante padrão de uma aposta.
 
Quando comecei a jogar póquer online, era normal fazer "raise" de quatro vezes a "big blind" nos jogos a dinheiro ou três vezes em torneios. Então os melhores jogadores começaram a fazer "raises" cada vez menores, até que, hoje em dia, vemos regularmente (especialmente nos torneios) "raises" mínimos quando as "blinds" são mais substanciais. De quanto é o teu "raise" de abertura habitual?
 
Antigamente, muitos jogadores profissionais de póquer online aconselhavam que se fizesse "raise" de montantes diferentes, dependendo da força da mão. O perigo deste sistema está à vista. Se fizeres um "raise" de três vezes a "big blind" com AA-QQ, mas depois de cinco vezes a "big blind" com JJ-88, os adversários mais observadores vão começar a reparar nisso e vão conseguir ler-te com mais facilidade do que gostarias.
 
Então os jogadores começaram a fazer "raise" de montantes diferentes, dependendo da sua posição na mesa. Abriam com quatro vezes a "big blind" no princípio e reduziam o montante gradualmente até estarem a fazer "raise" de apenas 2,5 vezes a "big blind" quando estavam no "button". Este sistema é bom, mas deixa a pessoa que faz "raise" na abertura vulnerável ao jogar um pote maior quando está fora de posição, o que não é uma situação muito agradável.
 
"Raises" Mínimos Para Ganhar!
 
Avança até ao dia de hoje, e vais ver jogadores fortes fazerem "raise" da mesma quantia independentemente da posição na mesa ou da força da sua mão. Quer estejam sob pressão com 8c-7c ou tenham um par de ases vermelhos, os bons jogadores fazem um "raise" de abertura exactamente do mesmo montante, e repetidamente. Os "raises" deles também são muito menores, começando em três vezes a "big blind" até descer ao "raise" mínimo. Porquê? Posso garantir-vos que existe método por trás desta loucura.
 
Estava a conversar com um amigo meu sobre torneios de póquer e ele não acreditava que os jogadores alguma vez fizessem "raise" mínimo. Disse-me que quando faz "raise" de quatro vezes a "big blind", recebe três ou quatro "calls" (mais sobre isto noutro artigo), por isso fazer um "raise" mínimo significaria que tinha de se bater com a mesa toda! Em jogos de apostas baixas isto pode ser verdade, mas um pouco mais acima na cadeia alimentar o "raise" mínimo predomina, e precisas de começar a usá-lo no teu jogo se os que estão à tua volta o fazem. Ao baixares o montante do teu "raise" de abertura, podes jogar mais mãos e jogá-las agressivamente. Se abrisses sempre com quatro vezes a "big blind" quando começasses as apostas, só podias jogar mãos fortes, porque o custo de fazer "raise" é mais substancial.
 
Ao baixares o "raise" de abertura para, por exemplo, 2,4 vezes a "big blind", podes preparar-te para fazer "raise" com uma maior variedade de mãos, porque o custo de fazerem "three-bet" à tua mão é muito menor.
Existem excepções, claro, como quando ainda tens jogadores fracos por jogar ou jogadores agressivos nos "blinds", mas falamos sobre estes num artigo futuro!

in Apostas Betfair


betfair, poker

Partilhar "Iniciar as Apostas: O Tamanho Importa" via:

Enviar Comentário

Comentário (1)

  1. Bezos 02 Jan 2013 - 16:50
    Muito bom o artigo! 

    Como principiante, o valor dos meus raises sempre variou consoante a força da mão que tenho naquele momento. Como não vou a todas as mãos (de cada 10 devo ir a 2 ou 3 pois escolho apenas as mais promissoras), fica difícil para os outros jogadores toparem o meu padrão, mas é claro que estou a falar de jogos amadores e o Andrelot tem razão quando diz que em jogos profissionais os jogadores mais experientes facilmente reconheceriam o padrão.

Procurar