ONLINE
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
United States, the best promotions, bonuses and bookmakers available at:
Take these offers now!

Australian Open 2020 – desempenho recente dos favoritos

Australian Open 2020 – desempenho recente dos favoritos
O Australian Open (AUSOPEN) está no seu início se encerra o período considerado por muitos apostadores como o de pré-temporada do ténis mundial.
por Daniel Vio   |   comentários 0

Trata-se de um torneio com pouca rotação de vencedores nas edições recentes. Nas últimas catorze vezes que foi disputado apenas uma vez o título não ficou com um dos 3 maiores jogadores da atualidade. Novak Djokovic (7), Rafael Nadal (1) e Roger Federer (5) deixaram a vitória com Stan Wawrinka em 2014. No presente artigo busco analisar como chegam ao torneio os cinco principais favoritos da chave masculina.
 

Cenário Geral

A tabela abaixo elenca os jogadores considerados favoritos pelas casas de aposta e mostra comparativamente o desempenho dos mesmos durante toda temporada do ano passado e no início da atual em piso duro (quadra aberta).
 
pisoduroquadraaberta
 

Novak Djokovic

Após lesão em 2017 o sérvio vive grande fase desde o segundo semestre de 2018. Djokovic venceu Wimbledon e USOPEN em 2018, o Australian Open e novamente Wimbledon em 2019. Atual campeão Djokovic é o jogador com maior chance de vitória nas bolsas de apostas e vencedor de 6 das últimas 10 edições do AUSOPEN.
É importante, no entanto, destacar que no segundo semestre de 2019 o sérvio sofreu uma lesão no ombro que se manifestou muito claramente no aberto dos Estados Unidos. Apesar dos números do sérvio não apontarem uma grande queda entre os semestres (no primeiro ele teve aproveitamento de 86% e no segundo a taxa de vitória caiu para 81%) a lesão parecer ter acompanhado Djokovic durante a reta final do ano.
 
 
djokovicatendimento
 
Djokovic recebe atendimento durante USOPEN 2019. 
 
A temporada de 2020 começou com Djokovic vencendo junto com o time da sérvia a ATP Cup. O atleta jogou 6 partidas e venceu todas. O destaque ficou para a vitória sobre Rafael Nadal que foi decisiva para o título da equipe. Não resta dúvida que Djokovic é o principal favorito para ganhar o torneio e penso ser difícil que ele perca sem que alguma lesão (re)apareça.
 

Rafael Nadal

O espanhol foi o jogador que teve o melhor desempenho na última temporada em piso duro (quadra aberta). Suas estatísticas de serviço foram inclusive levemente superiores as de Roger Federer.  O início da atual temporada mostrou Rafael Nadal se complicando em alguns jogos que não costuma bobear e cansado na reta final do ATP Cup. O espanhol perdeu para o belga Davi Goffin e para Djokovic em ambos os casos as derrotas foram em sets diretos.
Nadal deu a seguinte declaração após a derrota para Novak Djokovic e ao não jogar a decisiva partida de duplas entre Espanha e Sérvia:
 
“Joguei muitas partidas nos últimos dias. Meus companheiros jogaram muito bem ontem. Meu nível de energia está um pouco mais baixo do que de costume, porque fiz jogos longos ontem e na sexta-feira”
 
Resta saber como Rafael Nadal chegará fisicamente, após uma semana de folga, ao AUSOPEN e como lidará com as duas semanas de intenso calor no torneio para mostrar-se competitivo contra o sérvio.
 

Roger Federer

O Suíço não joga uma partida oficial desde novembro quando foi derrotado por Stefano Tsitsipas no FINALS. Roger Federer nos últimos cinco anos sempre disputou algum torneio no início de janeiro que serviu de preparação para o AUSOPEN. Em 2015 e 2016 o suíço esteve no torneio de Brisbane, entre 2017 e 2019 Federer participou da extinta Copa Hopman.
Estamos, portanto, diante de um cenário novo. Como estará Roger Federer para o AUSOPEN? Descansado e sem ritmo? O mais prudente para os apostadores é observar como será o desempenho do suíço no início do Slam.  

Medvedev

O jovem russo de 23 anos apresentou no segundo semestre de 2019 o melhor tênis de sua carreira e obteve seus melhores resultados. Apesar de não ter ganho nenhum Slam Medvedev na reta final da última temporada conquistou quatro de seus sete títulos atuais. A tabela abaixo mostra as finais entre agosto e outubro de 2019.
 
medvedevaustralianopen
 
Na atual temporada o russo jogou a ATP CUP e acabou por vencer Fabio Fognini, John Isner, Casper Ruud e Diego Schwartzman. A única derrota no torneio foi diante de Novak Djokovic. Muito se tem discutido se alguém fora do BIG 3 (Djokovic, Nadal e Federer) pode vencer um Slam (tal fato não ocorre desde 2016). Caso isso aconteça no AUSOPEN penso que Medvedev é o franco favorito a ficar com o título. 
 

Tsitsipas

O jovem de 21 anos não teve um bom desempenho na última temporada quando comparado aos outros concorrentes (conforme a primeira tabela). É fundamental, no entanto, que se destaque a campanha do grego no FINALS de 2019. Tsitsipas venceu quatro de seus cinco jogos e acabou surpreendentemente sendo campeão. Ao rever alguns dados sobre o ATP FINALS constatei que em todos os jogos os adversários do grego eram favoritos (todos com odds menores que a de Stefanos Tsitsipas). Tal elemento aponta a capacidade de superação do grego que pode ser fundamental para sua campanha no AUSOPEN.
 
Na ATP CUP Tsitsipas não repetiu os resultados do FINALS. Venceu Zverev e acabou por ser derrotado por Shapovalov e Kyrgios. Destaco que mesmo assim o grego apresentou ótimo desempenho em seus jogos de serviço. Foi quebrado apenas uma vez em todo torneio e suas derrotas foram marcadas por jogos que escaparam nos tie breaks (com um tie vencido e quatro perdidos). Um ajuste no jogo pode fazer com que o grego obtenha melhores resultados no AUSOPEN. 
 
Espero que o artigo tenha colaborado para que os apostadores iniciantes tenham algumas informações adicionais sobre os favoritos para o primeiro Grand Slam de 2020. Boas apostas!

Quais as melhores casas para apostar em ténis?
 
, , , , ,

Partilhar "Australian Open 2020 – desempenho recente dos favoritos" via: