Ver versão desktop
ONLINE
27
Menu
Começar Pontos Academia Curso Tips    Análises    Procurar Tips Estatísticas de Futebol Estatísticas de Ténis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site in english Go to Betting Academy
           

Relatório jogo online: o que os números escondem?


Relatório jogo online: o que os números escondem?
Saiu o segundo relatório do SRIJ com dados de impostos e jogo online em Portugal. O relatório é mais completo do que o anterior, contudo, há ainda muitos números escondidos.

Foram divulgados, no dia 31 de Julho de 2017, os dados da atividade de jogo online do 2º trimestre de 2017. Este novo relatório, ao ser cruzado com o anterior, traz algumas novas informações sobre o que se passa em Portugal ao nível de jogo online, mas levanta novas dúvidas.

Se tens interesse me ler a análise ao relatório anterior e ao estudo da Betclic sobre os impostos em Portugal, podes consultar este artigo: Carga fiscal predatória no jogo online em Portugal

Para simplificar a análise, vamos tentar deixar algumas conclusões imediatas da leitura do relatório e levantar as questões que nos ficam no ar:

  1. O IEJO cobrado, ronda os 47 milhões de euros, para uma receita bruta total de cerca de 108 milhões de euros (entre 43 a 44%)
  2. A receita bruta das apostas desportivas este sempre em queda, mas aparentemente, poderá estabilizar nos 60 a 70 milhões de euros por ano (2 dos 4 trimestres, os dois sem interrupção desportiva, tiveram receita bruta na ordem 17,5 milhões de euros)
  3. A receita bruta dos jogos de fortuna e azar foram ganhando relevância e, aparentemente, deve ultrapassar a das apostas desportivas no médio prazo;
  4. O número de apostadores acumulado está nos 600 mil, contudo não sabemos se um jogador com inscrição em vários operadores conta uma ou várias vezes;
  5. No primeiro trimestre do ano, os operadores conseguirem inscrever em média total 1000 novos jogadores por dia, no segundo trimestre, esse número desceu para 700;
  6. Junho foi o mês com menor aquisição de jogadores, a média foi de cerca de 350 apostadores diários;
Este relatório pode ser consultado no site do SRIJ.
receitabrutaapostasdesportivas

Como para nós estes números não eram suficientes, fizemos algumas contas para perceber que outras conclusões podem estar por detrás deste relatório.
Certamente não será fácil explicar todos os pressupostos, mas pelo menos que seja possível ajudar os apostadores a tirarem as suas próprias conclusões.

O que sabemos? 
  1. O IEJO sobre as apostas desportivas incide sobre o volume, contudo, não tendo dados de volume, não nos é possível, de forma direta, dizer qual o IEJO correspondente às apostas desportivas. 
  2. O IEJO sobre jogos de fortuna e azar incide sobre a receita bruta de cada operador, numa base progressiva. Essa diferenciação por operador dificulta a análise uma vez que não sabemos os números de cada operador;
  3. Sabemos que no 3º trimestre de 2016 apenas operava o Casino Estoril, no 4º trimestre, a Betclic começou também a operar jogos de fortuna e azar, e durante o ano de 2017, juntou-se também a Bet.pt;
  4. Para qualquer análise, não vamos ter em conta a operação da PokerStars, uma vez que o imposto desta se calcula de forma diferente, em 15% sobre a receita bruta;
  5. O IEJO sobre os jogos de fortuna e azar é de 15% nos primeiros 5 Milhões de euros de receita bruta do operador, dos 5 aos 10 milhões a taxa média de imposto é de 22,5% e a partir dos 10 milhões, a taxa de imposto é de 30%. 
Com estes dados, fizemos um pequeno estudo, que dada a complexidade e varáveis não conhecidas, é possível ainda ter algumas falhas, contudo, qualquer alteração deixem nos comentários e tentaremos ajustar:
exceliejo1ano

Uma vez que o imposto sobre os jogos de fortuna e azar incide sobre a receita bruta, da forma como foi explicado acima, tentamos calcular o imposto que em cada trimestre, cada operador de jogo de fortuna e azar teve de pagar. 
Também como explicado acima, o Estoril Sol foi o único operador no trimestre 1, Betclic entrou no trimestre 2 e a Bet apenas entrou nos dois últimos trimestres.
Chamamos a atenção que este imposto é progressivo numa base anual, dessa forma, para 2016 há dois trimestres e outros dois para 2017.
Para simplificar, tivemos que admitir que o volume de receita bruta foi exatamente a mesma em todos os operadores, por trimestre.
Também por simplificação, e para o cálculo do IEJO nos jogos de fortuna e azar, o cálculo do imposto no patamar de 5 milhões a 10 milhões de receita, foi sempre feito com o valor da taxa média desse patamar, ou seja, 22,5%. O uso da taxa real, dificultaria a compreensão do leitor, mas faria descer o imposto cobrado em jogos de fortuna e azar por trimestre, aumentando o cobrado em apostas desportivas.

O que podemos observar nos números?
  1. O imposto cobrado aos jogos de fortuna e azar foi sempre inferior ao cobrado nas apostas desportivas;
  2. O imposto sobre as apostas desportivas, uma vez que incide sobre o valor da aposta, é muito volátil e deixa o operador exposto aos próprios resultados desportivos;
  3. O IEJO em apostas desportivas é muito superior em 2016 quando comparado com 2017;
  4. Em 2016, cerca de 70% da receita bruta das apostas desportivas online foi para pagar o IEJO;
  5. Numa distribuição igual, os operadores de jogos de fortuna e azar chegam ao segundo patamar de imposto no segundo trimestre e ao terceiro patamar de imposto no terceiro trimestre. Todo o quarto trimestre será tributado a 30% sobre a receita bruta.
Outras conclusões que podemos retirar?
  1. Apesar de o relatório apresentar os dados de 12 meses, não representam um ciclo anual completo. Esse dado é muito importante uma vez que o imposto é progressivo numa base anual. 
  2. Com um custo de imposto na ordem de 70% no ano de 2016, é de esperar que os operadores possam acabar em prejuízo, após pagar a estrutura e todos os restantes custos de operação.
  3. Se esses números já parecem altos, será interessante ver o próximo relatório, o primeiro com 3 trimestres completos no mesmo ano;
  4. É necessário voltar a lembrar, que a PokerStars foi retirada da análise. Se esta fosse incluída, os impostos, do estudo, sobre jogos de fortuna e azar seriam menores e os impostos sobre apostas desportivas, seriam maiores.
  5. Os impostos sobre as apostas desportivas é de 8% até 30 milhões de volume de apostas, de 30 a 60 milhões, a taxa média é de 12%, e a partir de 60 milhões, a taxa é de 16%. Por esse motivo é de esperar que o valor de imposto pago até final do ano, suba bastante, quer em valor, quer em peso sobre a receita bruta dos operadores de apostas desportivas.
Várias outras conclusões podem ser tiradas destes números, vários outros estudos podem ser feitos a partir do relatório. Mais uma vez convidamos os apostadores a corrigir o nosso estudo, que por ter demasiados pressupostos pode ter algumas partes erradas. Façam também os vossos próprios estudos e apresentem como comentário.

Tal como no artigo anterior, relembramos que a ANAon fez uma petição sobre este tema, pedindo que a base de incidência do imposto sobre as apostas desportivas seja a receita bruta.
Essa alteração na lei, permitiria um alívio aos operadores e a possibilidade da subida das odds. Como é possível perceber, a pressão fiscal faz com que o verdadeiro prejudicado seja o próprio apostador.


iejo, srij

Partilhar "Relatório jogo online: o que os números escondem?" via:

Enviar Comentário

Comentário (9)

  1. pedropereira14 02 Ago 2017 - 17:48
    Tenho a sensação que as coisas tinham uma perspectiva mais optimista antes da mudança do governo. Com BE e PC nas decisões de quem está a legislar dificilmente teremos o jogo online e em paricular o operador betfair a trabalhar em Portugal face a esta carga fiscal.
  1. pedrosoares75 02 Ago 2017 - 22:47
    A culpa é do pc, do be, do pan, do ps e ate do passarinho da dona amelia, nao é do psd e cds, esses sao uns tipos às direitas...
  1. Lone Ranger 03 Ago 2017 - 10:53
    "Mais uma vez convidamos os apostadores a corrigir o nosso estudo, que por ter demasiados pressupostos pode ter algumas partes erradas. Façam também os vossos próprios estudos e apresentem como comentário."

    Certo. Logo que possa apresento o meu estudo e recomendações, a fim de aumentar o lucro do Estado e da Santa Casa. Pois não quero que os meus amigos Santana e companhia arranjem pulgas para se coçar.

    Prometo não deixar cair no esquecimento este assunto.  (estudiar)
    Muitos greens e bons ganhos.

  1. adec_12 04 Ago 2017 - 11:28
    Há novidades relativamente ao regulamento do exchange que falta enviar para a UE? Continua na gaveta?
  1. eca83 05 Ago 2017 - 21:43
    Nas vossas contas fizeram uma estimativa do valor do IEJO das apostas. O que vos levou a não fazer uma estimativa do volume das apostas?
  1. adec_12 07 Ago 2017 - 13:21
    Mais uma ...www.estorilsolcasinos.pt (desporto)
  1. eduardoneco 07 Ago 2017 - 18:07
    Pelas odds que vi no jogo Portimonense Vs Boavista não está muito mau.....

    Portimonense @2.50
    Empate @3.00
    Boavista @3.00

    Overound: 106%
  1. adec_12 07 Ago 2017 - 19:53
    eduardoneco escreveu:
    Pelas odds que vi no jogo Portimonense Vs Boavista não está muito mau.....

    Portimonense @2.50
    Empate @3.00
    Boavista @3.00

    Overound: 106%
    Atenção que as odds apresentadas são válidas apenas para multiplas, se forem apostas simples descem consideravelmente.

  1. fabioita 09 Ago 2017 - 21:48
    mas em apostas simples a cota desce em 11%
    so em multipas é ue é uma boa opçao

Procurar