ONLINE
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
United States, the best promotions, bonuses and bookmakers available at:
Take these offers now!

Mais de metade dos jogadores online aposta em sites ilegais

Mais de metade dos jogadores online aposta em sites ilegais

56% dos apostadores registados usa sites ilegais, mas existem mais jogadores que apostam apenas em operadores licenciados.

Inquérito revela ainda que a maioria gasta menos de 50 euros mensais.

por Academia   |   comentários 0

O estudo, realizado pela Aximage - Comunicação e Imagem, revela que 56% dos jogadores online utiliza sites não licenciados, embora apenas 6% destes apostadores use exclusivamente estes sites. A conclusão tem por base os jogadores que se encontram registados, explica a Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online (APAJO), responsável pela análise.

Verifica-se, no entanto, um aumento significativo no número de jogadores que usa exclusivamente operadores licenciados: 42% para quem se registou em 2016 e 68,9% no caso de jogadores registados só este ano.

Estes dados vêm demonstrar uma evolução muito favorável no crescimento do mercado licenciado. Trata-se de um sinal positivo, embora consideremos na APAJO que ainda há muito a fazer no combate ao jogo não licenciado no online em Portugal”, comenta Gabino Oliveira, presidente da associação.

O mesmo estudo indica que cerca de 94% dos inquiridos já jogou a dinheiro este ano, sendo que as estimativas apontam para entre 400 e 600 mil apostadores únicos online em Portugal – o que correspondente a entre 4,6 e 6,9% da população adulta no País.

"São os jovens entre os 18 e os 24 anos quem mais aposta em plataformas não licenciadas, quase 53%, um número que vemos descer para os 29,4% no grupo dos 25 aos 34 anos. Face a estes dados defendemos a realização de uma campanha de jogo responsável, focada nos mais jovens ao mesmo tempo que combatemos de forma eficaz os sites ilegais", adianta Gabino Oliveira por considerar que o caminho a percorrer passa pela fiscalização, mas também pela comunicação. 

O inquérito permite ainda traçar um perfil dos jogadores online portugueses: 85,1% são homens e a faixa etária mais representada é entre os 25 e os 34 anos (38,2%), seguida dos apostadores com 18 a 24 anos (27%). E são os jovens entre os 18 e os 24 anos quem mais utiliza os sites ilegais, com uma percentagem de 53%, enquanto no grupo dos 25 aos 34 anos esse valor diminui para 29,4%.

O inquérito mostra ainda que 62,5% dos jogadores aposta menos de 50 euros por mês nos jogos online legais, enquanto 28,1% gasta 50 a 100 euros mensais, 7,5% despende entre 100 e 500 euros e apenas 1,9% aposta mais de 500 euros por mês.

O estudo foi encomendado pela APAJO à Aximage e inclui 609 entrevistas efectivas: 509 a homens e 100 a mulheres.

Consulta todas as casas licenciadas AQUI e não percas todas as vantagens exclusivas para contas abertas pela Academia.

 
, , , ,

Partilhar "Mais de metade dos jogadores online aposta em sites ilegais" via:

Enviar Comentário

Comentários (3)


  1. Luís M 29 Out 2019 - 16:10
    Enquanto não se convencerem que com estas ODDs o mercado nunca terá sucesso nada vai mudar. Os que andam no mercado ilegal com ODDs 20% superiores, nunca viram para o legal, mais depressa deixam a atividade.
    Alguém com um ROI de 20% no ilegal muda para o legal e sai a ganhar 0. Quantos conseguem um ROI de 20% nas apostas?
  1. themanofthegame 29 Out 2019 - 22:01
    Por alguma razão a 1xbet é líder do mercado nacional.
  1. Pedro Cunha0066 29 Out 2019 - 22:31
    Mercado português é miserável!