ONLINE
0
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Jogo Online em Portugal: menos apostadores em 2018

Jogo Online em Portugal: menos apostadores em 2018

No relatório do 4º Trimestre de 2018 constam os dados da atividade do jogo online: o aumento da receita bruta em 15%, o futebol como a modalidade desportiva com maior volume de apostas, as 2 licenças a mais em relação a 2017 e o decréscimo de novos registos.

Esta quarta-feira, o relatório estatístico em relação ao quarto trimestre de jogo online de 2018 ficou disponível no website do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos do Turismo de Portugal (SRIJ).

Nele, constam os dados globais de toda a atividade online: o aumento da receita bruta em 15%, o futebol como a modalidade desportiva com maior volume de apostas, as 2 licenças a mais em relação ao período homólogo de 2017 e o decréscimo de jogadores registados em 22%.

O aumento de 6,5 milhões, face ao trimestre homólogo de 2017, é referente a toda a atividade de jogos e apostas online (apostas desportivas e jogos de fortuna ou azar). Com mais 2 entidades autorizadas (Placard e Luckia), no final do 4º trimestre de 2018, obteve-se cerca de 43 milhões de euros, ou seja, um aumento da receita bruta em 15%.

Já referente ao Imposto Especial de Jogos Online (IEJO)o Estado arrecadou 21,4  milhões neste quarto trimestre, um aumento de 5,9 milhões de euros em relação ao mesmo período de 2017.

receita-bruta-srij

 

Por categoria, as apostas desportivas à cota registaram o valor mais alto - 21,6 milhões de euros, passando a ser a Premier League a competição favorita dos portugueses, seguido da Primeira Liga Portuguesa. Numa perspetiva mensal, a receita bruta registou o valor médio de 7,2 milhões de euros, observando-se em dezembro o valor mais baixo - 6,5 milhões de euros.

Numa outra categoria, a dos Jogos de Fortuna ou Azar, o valor da receita bruta não difere muito em relação às apostas desportivas - 21,5 milhões de euros, mais 5 milhões de euros face ao mesmo período de 2017.
Traduziu-se num crescimento superior a 30%, comparativamente ao 4º trimestre de 2017: o valor das apostas em jogos de fortuna ou azar, no período estudado, foi de aproximadamente 576,4 milhões de euros. 

receita-bruta-poker-srij

O póquer representa quase 16% dos jogos de Fortuna ou Azar, com o poker não bancado a representar 10,58% e o poker em modo torneio 5,29%, durante este quarto trimestre de 2018.

poker-tipojogo-srij

No 4º trimestre de 2018, apuraram-se 103,5 mil novos registos de jogadores, valor inferior em cerca de 22% ao registo em igual período de 2017.

No período em estudo, autoexcluíram-se da atividade do jogo online, 7,2 mil jogadores, no entanto, deixaram de estar autoexcluídos, 3,5 mil jogadores. 

Confere as estatísticas do 4º trimestre de 2018 do jogo online aqui

 

Partilhar "Jogo Online em Portugal: menos apostadores em 2018" via:

Enviar Comentário

Comentário (1)


  1. Night_Birds 21 Fev 2019 - 12:57
    As máquinas de jogo representam 60% do jogo online!!! Isto sim devia ser proibido  (ayudo)