ONLINE
17
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Metas para quê?


Metas para quê?

Sei que muita gente, tal como eu, gosta de estipular metas. Isso é natural no ser humano e dá-nos controlo sobre as nossas atitudes e próximos movimentos, além de que nos faz refletir sobre movimentos passados. Mas e quando isso se torna algo negativo? Já pararam para pensar?

Vou dar um exemplo prático sobre o meu passado. Antigamente, como punter e como trader, tinha metas diárias, semanais e mensais. O que é que isso ocasionou? Pressão psicológica.

O problema de estabelecer metas é que traz pressão desnecessária, pelo que mesmos os apostadores com um bom controlo emocional acabam por ter problemas.

Inúmeras vezes cheguei a atingir as metas diárias durante a semana inteira, mas num dia isolado fechava com saldo negativo. Isso fazia com que tentasse recuperar esse prejuízo rapidamente, pois no meu pensamento tinha dado um passo atrás rumo a atingir a meta mensal. E aí o desespero falava mais alto, pois acabava por perder mais uma quantia significativa, e logo tentava recuperar ambas as perdas aumentando a stake, tanto no trading como nas apostas punter. Isto acaba por se tornar numa bola de neve.

Além dos prejuízos, outro problema é que as pessoas nervosas como eu sentem um nível de stress e ansiedade alto, o que significa que há também um custo ao nível da saúde, tanto física como mental: gastrite nervosa, que desencadeia outros problemas, transtorno de ansiedade, síndrome de pânico, entre outros males que aparecem quando concentras os teus problemas apenas em preocupações. Há um provérbio Tibetano que diz:

Se o teu problema tem solução, então não tens com que te preocupar.
E se o problema não tem solução, toda a preocupação será em vão.

tibetian

Logo, por mais complicados que sejam alguns problemas, preocupar-se excessivamente não adianta de nada. Pensar construtivamente numa de o resolver é bem mais útil. Mas resolver um problema só é válido se não trouxer outros problemas. O que isto significa é que devem evitar-se atitudes que possam acarretar ainda mais problemas, no nosso caso mais prejuízo.

Nas apostas desportivas não se recupera nada. O dinheiro investido foi perdido, o que faz parte do jogo. Às vezes ganha-se, outras perde-se. Isso é normal. O que não é normal é tentar recuperar o dinheiro perdido da mesma forma que se perdeu. Isso tem outro nome. Burrice! Já cometi muitos atos insanos até ter um conhecimento melhor sobre como investir. Hoje vejo que qualquer tipo de meta não traz nenhum benefício no curto prazo.

As metas podem existir, mas devem sempre ser focadas no longo prazo e não devem envolver o dinheiro ganho mas sim a estratégia de investimento.  Vou explicar melhor.

Qual é o sentido de ter uma meta diária ou mensal de ganhos sobre um investimento de risco? Se parares para pensar a fundo, não faz sentido matemático nenhum. As metas nas apostas não devem envolver o dinheiro ganho e sim a estratégia. Posso dar alguns exemplos. Quantas apostas vou fazer durante esse período de tempo? Quantas unidades vou investir? Quantos movimentos de trading vou fazer expondo valor "X" sobre a banca?

As metas diárias e mensais são ainda mais comuns no trading. Sei bem como é ter uma pressão psicológica para bater uma meta, algo insano e sem sentido. Algo diferente de ter uma meta de exposição, por exemplo. Algo como num movimento em scalping tentar tirar cerca de 5% no máximo sobre a stake e fechar o movimento. Ou ter um prejuízo de 1 tick e sair do mercado. Este tipo de estratégias transformado em metas é algo benéfico. Mas quando estipulamos ganhos começamos a andar por um caminho perigoso e sem sentido.

Nas apostas punter, ter metas desse tipo é totalmente sem sentido. Não tens controlo sobre qualquer evento em que apostas. Então, para quê estipular metas? Não és um vendedor, não tens um produto para comercializar. És um investidor e deves ter consciência disso.

Também no trading ter metas relacionadas com ganhos é perigoso. Acredito que as metas relacionadas com o número de movimentos e a exposição, metas fixadas nesse sentido, são benéficas. Mas estipular um valor "X" de ganhos para sair do mercado é algo perigoso demais para a tua saúde financeira e mental.

Por isso não tenho metas fixadas nas apostas punter. Apenas gosto de fazer previsões de rentabilidade, mas por pura especulação. Quanto ao trading, prefiro apenas fixar metas de tempo de exposição, de quantidade de lucro ou prejuízo por movimento. Não tenho valor fixado em meta de ganhos no final do dia, nem do mês, nem nada do tipo. Apenas faço os movimentos que planeei fazer. Ao finalizá-los, fecho o balanço das perdas e dos ganhos. Creio que dessa forma não exponho a minha banca a um prejuízo desnecessário, e nem afeto a minha estabilidade psicológica com preocupações desnecessárias. O meu planeamento estratégico envolve sempre otimização do tempo, definições sobre as ligas nas quais vou operar, o valor da stake, o valor mínimo das odds, a quantidade de apostas, sistema de estudo e atualização dos fairs.

grao-a-grao

A minha conclusão sobre as metas é que não são benéficas e não devem existir neste mercado. Estimar ganhos só no longo prazo e penas como especulação. Ter uma meta fixada para o final da temporada e planear uma forma de a atingir é algo natural. Isso não envolve estipular ganhos, apenas dar suporte às tuas ações para no longo prazo conseguires atingir um valor "X" de retorno sobre o teu investimento.

Um grande abraço!

 

Partilhar "Metas para quê?" via:

Enviar Comentário

Comentários (8)


  1. Tiago Tomas 06 Jan 2016 - 23:58
    Não concordo nada com o que dizes. Antes pelo contrario, da-te mais motivação para estudar o jogo e trabalhar melhor.

    Os objectivos por si só são benéficos, se forem realistas para as potencialidades do mercado claro. (objectivos diários apenas não fazem sentido porque existe variância, no entanto mensais já fazem sentido porque a variância já está controlada).

    Claro que agora entram outras coisas externas aos objectivos, se tu perderes dinheiro num jogo e vais logo a correr para outro só para cumprir o objectivo é ridículo, nem tem nada haver com o objectivo mensal. Quando fazes um objectivo as perdas estão incluídas nele, logo quando perdes de certa forma está previsto no objectivo.


    Quem não tem objectivos basicamente está a deixar as coisas andar, e no longo prazo vais ficar desmotivado, e ao ficares desmotivado vais começar a relaxar, e ao relaxares a rentabilidade vai baixar. Parece um castelo a cair aos poucos ate que perdes a motivação toda e começas a perder dinheiro a longo prazo tal é a desmotivação.
  1. Faria1990 07 Jan 2016 - 01:53
    Parabéns pelo excelente artigo. Cumprimentos
  1. Josué Ramos 07 Jan 2016 - 13:31
    Creio que ter metas de ganhos é ilusão. Qualquer investidor sabe disso. Uma meta definida de ganhos se chama especulação. Ter um objetivo definido em uma entrada ou saída do mercado é algo diferente de ter uma meta definida de ganho. Pois isso é definido como uma estratégia. Falei sobre isso no artigo. Quando você precisa daquele dinheiro para sobreviver, a pressão é demasiada, e o psicológico pode ir a ruína por um simples erro, por isso qualquer tipo de pressão deve ser removida. Ter uma meta de ganhos estimados no final de um período pode fazer você correr atrás para bater essa meta, quando na verdade você não precisa disso. Estimar é algo diferente. Eu prevejo meu lucro ao final de uma temporada, mas isso não é uma meta, é uma previsão com base matemática. O que não se pode é interpretar errado esse pensamento. Pois os objetivos existem e a estratégia está definida, o que falo é meta sobre ganhos. Eu ao menos não conheço nenhum profissional que estime ganhos, não tem muito sentido. Acaba sendo só mais uma porção de números para se preocupar.
  1. Tiago Tomas 07 Jan 2016 - 18:04
    Estas a falar ao contrario, NUNCA, mas nunca mesmo podes definir um objectivo de entradas e saídas do mercado e muito menos de ganhos por entrada. Se não houver valor para que definir esse objectivo do numero de entradas?

    Acabas de fazer uma entrada e só vais sair quando fizeres 5% para quê se depois a entrada perde valor? só para cumprir objectivos? Não faz sentido e no longo prazo vais perder dinheiro se seguires isso á risca.

    No entanto, quando falo em objectivos de médio/longo prazo eu faço-os com base no meu histórico, logo sei que são realistas e bem possível de os fazer. Talvez coloque um pouco acima do sei que faço para haver um esforço superior da minha parte e não estar constantemente a trabalhar dentro da minha zona de conforto. Se vivermos sempre dentro da zona de conforto não há evolução, e isto serve para tudo na vida. Temos de sair da zona de conforto se querermos chegar ao topo.

    É claro que sair dessa zona é algo que tem de ser estudado e não fazer as coisas sem pensar, mas se fizeres sempre as coisas do mesmo jeito o resultado é o mesmo, e na minha opinião temos sempre de evoluir ate porque o próprio mercado evolui.
  1. Del Fonseca 08 Jan 2016 - 05:30
    Eu também não sou a favor de metas, isso ja me levou a grandes perdas de dinheiro e uma vez a necessidade de efectuar a terrível operação fénix.

    Uma boa gestão de banca é um dos principais passos para o sucesso.
  1. kemseke 08 Jan 2016 - 21:46
    Parabéns pelo tópico, eu revejo-me em muito neste post, jogo a mais de 2 décadas, bem mais, nas apostas desportiva online (alguns acham que tenho 18/20 anos) mas não tenho.

    As minhas metas não são de ganhos mas sim sobre o montante que posso perder em cada dia de apostas, essa é a minha meta, quando percebi isso... tudo mudou.

    Deixei de ser um apostador neutro, para ser um apostador com alguma rentabilidade.
  1. Josué Ramos 11 Jan 2016 - 21:10
    Eu prefiro ficar na mesmice. Gosto de rotina. Operar grandes quantias de dinheiro exige cabeça fria e controle, sem rotina amigo isso pode desmoronar. A minha maratona no trading é tranquila, sem muita exposição e 5% me vale muito, não costumo entrar com pouco tbm. Mas faço poucas operações, meu mercado de atuação é punter e mesmo nesse mercado não tenho metas e até os investidores que trabalham comigo não me cobram uma meta e nem nada do tipo. Creio que toda expectativa gera frustração, e não gosto de mexer com meu psicológico, pois se ele for afetado muitas coisas podem desandar.
  1. MaxJogador 14 Jan 2016 - 00:39
    Eu acredito que tem que haver um equilíbrio entre as duas idéias, estipular ou não metas. No meu caso eu tenho objetivos, mas já aprendi a não deixar os mesmos me influenciarem. Eu sou trader, mas independente de tudo busco sempre valor, todas, ou a grande maioria das minhas entradas tem valor punter, os objetivos são apenas para cortar em pequenos pedaços um objetivo maior num médio ou longo prazo. Grande abraço e parabéns pelo seu ponto de vista.