ONLINE
2
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Giro 2014: Guerra Colombiana nos Alpes


Giro 2014: Guerra Colombiana nos Alpes
"Veremos se o imprevisível Giro de Itália não nos volta a trocar as voltas durante a derradeira semana de prova, mas por agora a vitória parece estar a caminho da Colômbia..."


A Volta a Itália entra esta semana na sua derradeira fase e os ataques serão mais que muitos por esses Alpes acima. Nairo Quintana parece estar finalmente a subir de forma e Rigoberto Uran terá de se cuidar nas etapas que se avizinham...

Giro de Itália é, indiscutivelmente uma das provas por etapas mais entusiasmante do Mundo. A sua componente de imprevisibilidade é bem maior que numa Vuelta ou um Tour e a edição 2014 tem sido uma prova cabal desse facto.

Nairo Quintana era o grande candidato inicial à vitória a pouco mais de 2.0 mas um início tremido com quedas à mistura chegou a negociá-lo acima dos 4.0, especialmente após o Contra-Relógio onde Rigoberto Uran arrasou.

Uran, outro ciclista colombiano, parecia disparado para o triunfo na Volta a Itália após esse fabuloso desempenho mas a Montanha que se seguiu veio desmenti-lo e deixou claro que há ainda muito por acontecer nesta Volta a Itália.

O ciclista da Omega lidera a prova mas tem cinco ciclistas a menos de 3 minutos de distância que continuam a cobiçar o lugar do colombiano.
Rigoberto Uran está neste momento avaliado a 2.84para vencer o Giro mas, curiosamente não é o principal favorito.

Nairo Quintana recuperou esse estatuto recentemente após duas etapas positivas na Alta Montanha que o relançaram na discussão da vitória, estando agora a 2:40.
A diferença continua a ser bastante substancial mas se o jovem corredor da Movistar confirmar as boas indicações das últimas etapas poderá rapidamente chegar-se a Uran na Classificação Geral, daí que Quintana seja de novo o favorito maior2.4.

Mas a corrida não se limita a dois colombianos e há ainda vários ciclistas com sérias aspirações a mais.

O veterano Cadel Evans parece continuar a dar sinais de fraqueza e tem vindo a perder tempo nas últimas etapas, no entanto continua na 2ª posição a 1:03 algo que não pesa na opinião dos apostadores Betfair que já o avaliam a 36.0para vencer a prova italiana.

No 3º Lugar segue o jovem polaco da Tinkoff-Saxo, Rafal Majka a 1:50 e, apesar de não ter vindo a perder tanto tempo como Cadel Evans, também não é propriamente tido em conta pelos apostadores nesta altura, surgindo avaliado a 26.0.

Resumindo, a ideia comum nesta altura da Volta a Itália vira-se para uma luta colombiana com Nairo Quintana em busca de recuperar tempo a Uran como se estivesse num contra-relógio nesta semana final.

Veremos se a imprevisível Volta a Itália não nos volta a trocar as voltas durante a derradeira semana de prova, mas por agora a vitória parece estar a caminho da Colômbia.

iApostas Betfair
betfair, ciclismo, giro

Partilhar "Giro 2014: Guerra Colombiana nos Alpes" via:

Enviar Comentário

Comentário (0)