Ver versão desktop
ONLINE
6
Menu
Começar Pontos Academia Curso Tips    Análises    Procurar Tips Estatísticas de Futebol Estatísticas de Ténis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Apostas de longo prazo - FIFA Ballon D´Or 2013


Apostas de longo prazo - FIFA Ballon D´Or 2013
"Neste momento é possível garantir 18.44% de rentabilidade (€5,44), tendo este valor atingido o máximo de 23.32% logo após o hattrick de ouro do Cristiano. Mas é tão evidente que vai ser o português a vencer o prémio que neste momento não há mais nada a fazer do que esperar que anunciem o vencedor e recolher os €10. "


Neste artigo, pretende-se tirar partido dos conhecimentos obtidos no curso de apostas disponível na academia, para explicar o raciocínio que me levou a fazer uma aposta a longo prazo, em relação ao vencedor do prémio FIFA Ballon D'Or 2013. O grande catalizador desta aposta foi a lesão do Messi na última jornada da liga espanhola. Esta lesão veio trazer uma grande oportunidade de trade neste mercado, sendo para isso necessário tentar prever a ordem de pensamento dos outros traders e dos votantes deste prémio organizado pela FIFA.

Estou convicto que é uma aposta de valor e apenas possível devido à lentidão de ajuste nos mercados de apostas a longo prazo, é um aposta tão boa para trade pré-live, assim como para aposta punter.
Outro aspecto que tive em conta foi a polémica que envolveu o presidente da FIFA e Cristiano Ronaldo. Pensei que este factor poderia afectar positivamente as hipóteses de Cristiano Ronaldo vencer o prémio. Sendo assim, e tendo em conta todos estes factores, o meu raciocínio envolve o pressuposto de que este ano Messi não deverá ganhar o prémio e que Ribery é o grande favorito para vencer o troféu. É necessário pensar não naquele que nós queremos que vença, mas sim naquele que os votantes irão pensar. Como tal, a minha previsão é que Ribery vença o prémio, com maior ou menor diferença de votos. No entanto, como este é um assunto tão subjectivo, penso que é necessário ter em conta a forma recente de Ronaldo, já que os votantes têm memória curta e poderão premiá-lo pela quantidade de golos que tem marcado. Seguindo a mesma linha de pensamento, compensa colocar uma pequena stake na odd do Zlatan Ibrahimovic, porque também tem estado numa forma brutal, e assim conseguimos proteger as outras apostas.

Esta aposta foi inspirada no trade pré-live que o Mr. Paulo Rebelo mostrou como exemplo num dos seus vídeos, referente à final da Liga dos Campeões de 2006, em que através do dutching conseguiu uma rentabilidade de 10% pré-live. Sendo assim, esta aposta consistiu em assim que se confirmou a gravidade da lesão do Messi, ir à Betfair e colocar apostas back no Ribery, Ronaldo e Ibrahimovic. Devido à incerteza momentânea dos mercados, foi possível negociar odds acima das que estavam imediatamente disponíveis.

ballondor

Depois da primeira mão do playoff , já era possível obter uma rentabilidade de 9,76%. O que para esta stake total não será nada de especial (€2,88), mas numa banca mais recheada já seria um prémio pré-live bastante interessante. Como estava bastante convicto das minhas ideias, decidi ir até ao fim com a aposta esperando assim obter uma rentabilidade de 35.69%.

Neste momento é possível garantir 18.44% de rentabilidade (€5,44), tendo este valor atingido o máximo de 23.32% logo após o hattrick de ouro do Cristiano. Mas é tão evidente que vai ser o português a vencer o prémio que neste momento não há mais nada a fazer do que esperar que anunciem o vencedor e recolher os €10. 

ballondor2

Mais alguém teve um raciocínio semelhante?
 
betfair, cristiano ronaldo

Partilhar "Apostas de longo prazo - FIFA Ballon D´Or 2013" via:

Enviar Comentário

Comentário (7)

  1. Sardinha 25 Nov 2013 - 13:35
    Obrigado pela partilha.

    É um raciocínio que não está apenas limitado a este prémio e que os utilizadores podem ter como base para muitas outras apostas futuras
  1. wizz725 25 Nov 2013 - 17:25
    O principal objectivo foi mesmo esse, partilhar o raciocínio, já que o tamanho das stakes não é demasiado relevante.
  1. djtiagom 25 Nov 2013 - 17:40
    excelente aposta! já caiu para 1.31
  1. turner 26 Nov 2013 - 16:55
    Eliminas o Messi da corrida com base em algo errado, que sem saberes, acabará por se tornar certo, mas não pelo teu pensamento, sim pela alteração que ocorreu tomada pela FIFA.

    E explico muito rapidamente.
    Os votos para o vencedor da Bola de Ouro deveriam ter sido enviados por jornalistas, jogadores e treinadores, até dia 15 de Novembro de 2013. A lesão de Messi foi anunciada no dia 11 de Novembro. Em nada, mas rigorasamente nada, a lesão influenciaria os votos de todas as pessoas que iriam votar, porque maior parte dos votos já teriam sido enviados à data, e/ou a distância entre a lesão e o prazo de votação era tão pequena que nesse tempo nada faria os votantes de mudarem de ideia.

    Eliminaste o Messi da corrida por uma lesão que em praticamente nada influenciava na decisão da Bola de Ouro, e por acaso correu bem, porque a FIFA alargou o prazo das votações até dia 29 de Novembro, inclusivé permitiu a mudança de voto, e porque o Ronaldo desde a lesão do Messi, fez grandes partidas que evidenciam o excelente jogador que é, e o trabalho que fez ao longo do ano.
  1. wizz725 27 Nov 2013 - 21:11
    turner escreveu:
    Eliminas o Messi da corrida com base em algo errado, que sem saberes, acabará por se tornar certo, mas não pelo teu pensamento, sim pela alteração que ocorreu tomada pela FIFA.

    E explico muito rapidamente.
    Os votos para o vencedor da Bola de Ouro deveriam ter sido enviados por jornalistas, jogadores e treinadores, até dia 15 de Novembro de 2013. A lesão de Messi foi anunciada no dia 11 de Novembro. Em nada, mas rigorasamente nada, a lesão influenciaria os votos de todas as pessoas que iriam votar, porque maior parte dos votos já teriam sido enviados à data, e/ou a distância entre a lesão e o prazo de votação era tão pequena que nesse tempo nada faria os votantes de mudarem de ideia.

    Eliminaste o Messi da corrida por uma lesão que em praticamente nada influenciava na decisão da Bola de Ouro, e por acaso correu bem, porque a FIFA alargou o prazo das votações até dia 29 de Novembro, inclusivé permitiu a mudança de voto, e porque o Ronaldo desde a lesão do Messi, fez grandes partidas que evidenciam o excelente jogador que é, e o trabalho que fez ao longo do ano.


    Eliminei o Messi da corrida com base num raciocínio em que a lesão serve apenas de catalizador para a lógica que envolveu esta aposta, mas este não foi o único factor que me levou a pensar que não iria vencer o prémio este ano. Claro que posso estar errado, mas isso está contabilizado no risco que estou disposto a correr. Como referi no artigo, a meu ver o grande favorito seria sempre o Ribery. E pela maneira como perspectivei os critérios dos votantes, a forma recente do Ronaldo iria ter bastante peso na sua memória na altura de votar.

    Olhando de novo para a aposta, assumo agora que poderia ter sido feita de forma mais eficiente. Seguindo o mesmo raciocínio poderia obter maior rentabilidade em caso de vitória e com a mesma responsabilidade. Não me recordo neste momento dos valores das odds de back/lay para o Messi vencer, mas se tivesse entrado em lay ao Messi para vencer @3 (+/-), com a mesma responsabilidade (€30,00) poderia obter uma maior rentabilidade - 50% (€15,00).


  1. m_16 03 Dez 2013 - 22:03
    Excelente raciocinio! Neste momento só penso que para eu ter sucesso tenho de seguir este tipo de raciocinio! Obrigado  wizz725
  1. turner 10 Dez 2013 - 00:42
    wizz725 escreveu:
    turner escreveu:
    Eliminas o Messi da corrida com base em algo errado, que sem saberes, acabará por se tornar certo, mas não pelo teu pensamento, sim pela alteração que ocorreu tomada pela FIFA.

    E explico muito rapidamente.
    Os votos para o vencedor da Bola de Ouro deveriam ter sido enviados por jornalistas, jogadores e treinadores, até dia 15 de Novembro de 2013. A lesão de Messi foi anunciada no dia 11 de Novembro. Em nada, mas rigorasamente nada, a lesão influenciaria os votos de todas as pessoas que iriam votar, porque maior parte dos votos já teriam sido enviados à data, e/ou a distância entre a lesão e o prazo de votação era tão pequena que nesse tempo nada faria os votantes de mudarem de ideia.

    Eliminaste o Messi da corrida por uma lesão que em praticamente nada influenciava na decisão da Bola de Ouro, e por acaso correu bem, porque a FIFA alargou o prazo das votações até dia 29 de Novembro, inclusivé permitiu a mudança de voto, e porque o Ronaldo desde a lesão do Messi, fez grandes partidas que evidenciam o excelente jogador que é, e o trabalho que fez ao longo do ano.


    Eliminei o Messi da corrida com base num raciocínio em que a lesão serve apenas de catalizador para a lógica que envolveu esta aposta, mas este não foi o único factor que me levou a pensar que não iria vencer o prémio este ano. Claro que posso estar errado, mas isso está contabilizado no risco que estou disposto a correr. Como referi no artigo, a meu ver o grande favorito seria sempre o Ribery. E pela maneira como perspectivei os critérios dos votantes, a forma recente do Ronaldo iria ter bastante peso na sua memória na altura de votar.

    Olhando de novo para a aposta, assumo agora que poderia ter sido feita de forma mais eficiente. Seguindo o mesmo raciocínio poderia obter maior rentabilidade em caso de vitória e com a mesma responsabilidade. Não me recordo neste momento dos valores das odds de back/lay para o Messi vencer, mas se tivesse entrado em lay ao Messi para vencer @3 (+/-), com a mesma responsabilidade (€30,00) poderia obter uma maior rentabilidade - 50% (€15,00).


    O grande catalizador desta aposta foi a lesão do Messi na última jornada da liga espanhola. Esta lesão veio trazer uma grande oportunidade de trade neste mercado, sendo para isso necessário tentar prever a ordem de pensamento dos outros traders e dos votantes deste prémio organizado pela FIFA.

    Ou seja, se não se tivesse lesionado, provavelmente não o terias feito. Foi sem dúvida uma oportunidade boa de trading (penso, não estive a analisar nada) mas tu interpretaste mal a situação e não vais fazer trading conforme o dizes aqui:

    Mas é tão evidente que vai ser o português a vencer o prémio que neste momento não há mais nada a fazer do que esperar que anunciem o vencedor e recolher os €10.

    Ou seja, se o Messi fosse para ser vencedor, já o teria sido devido ao prazo dos votos já terem acabado. No meio da tua interpretação da lesão do Messi, a FIFA jogou a teu favor, e aí tiveste a sorte.

    Estou só a alertar para a tua leitura errada da situação, tens que prestar mais atenção a esses detalhes.

Procurar