Ver versão desktop
ONLINE
9
Menu
Começar Pontos Academia Curso Tips    Análises    Procurar Tips Estatísticas de Futebol Estatísticas de Ténis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Trading em Cavalos

Trading em Cavalos
Ao contrário do futebol, o único objectivo das corridas de cavalos são as apostas. Ninguém faz 300 Km para ir a um Hipódromo ver o seu cavalo favorito como acontece com o Futebol.
Eu estudei a fundo o mercado dos cavalos.
É um mercado muito atractivo para o trading puro porque tem muita liquidez.


Continuo a receber questões sobre os cavalos pois continua a fazer confusão a algumas pessoas como é que eu, sendo especialista em trading, não trabalho naquele que é o mercado por excelência dos traders.

Ao contrário do futebol, o único objectivo das corridas de cavalos são as apostas. Ninguém faz 300 Km para ir a um Hipódromo ver o seu cavalo favorito como acontece com o Futebol.

Deixo aqui a minha experiência com este mercado:
Eu estudei a fundo o mercado dos cavalos.
É um mercado muito atractivo para o trading puro porque tem muita liquidez.
Desenhei e experimentei tácticas.

Ganhava consistentemente dinheiro na maioria das corridas, a fazer trading pré-live, porém quando perdia, o valor das perdas era elevado. Cheguei à conclusão que, apesar do lucro pequeno não me compensava o tempo perdido com o mercado dos cavalos e especializei-me no de futebol.

A origem das perdas devia-se a notícias que chegavam a Portugal com atraso.

Por exemplo:
Começava a chover. Há cavalos que se estiver tempo seco são favoritos, mas com chuva já não são.
De repente a odd do cavalo favorito dispara e eu no Porto não percebia porquê. Dois minutos depois entendo que tinha começado a chover.
Resultado: Uma perda elevada porque aquela subida das odds não está prevista nem respeita nenhuma das regras do mercado.


Em Milão, mesmo ao lado do San Siro existe um Hipódromo. Quando fui visitar o estádio aproveitei e fui ver uma corrida por curiosidade. Assim que os cavalos apareceram na "porta de partida", o senhor que estava ao meu lado saca o telemóvel e dá instruções para apostarem no segundo cavalo favorito porque o cavalo favorito parecia muito "irritado" e o joker (dono) estava com dificuldades em controlá-lo.
Estas informações, que são muito relevantes para o mercado, só chegam pela "SporTV dos cavalos" que só no Reino Unido se tem acesso ou pela net mas com atraso...

Agora, em Londres, tenho acesso à TV mas continuo a não trabalhar com os cavalos, porque especializei-me em futebol e gosto mais da modalidade.


atraso na informação, horse racing, inside information, trading puro

Partilhar "Trading em Cavalos" via:

Enviar Comentário

Comentário (22)

  1. qH_ 07 Out 2010 - 11:56
    Olá,

    Pela experiência que tenho com os cavalos, é um mercado em que essas informações sobre a forma do cavalo, terreno, etc.. me passam ao lado.

    Passam ao lado porque ao fazer trading pre-live, uns minutos antes do inicio da corrida (normalmente 5 ou 10), o mercado movimenta-se muito rápido e não há tempo para essas informações. Até porque essas informações são mais necessárias para quem pretende fazer apostas simples nos cavalos, ou então trading em live.

    No trading pre-live existe muito spoofing, o que faz com que as movimentações muitas vezes sejam forçadas.

    Então, eu quando faço trading pre-live nos cavalos, concentro-me mais no dinheiro correspondido, no dinheiro por corresponder, nas barreiras de dinheiro que se vão criando, nas odds dos outros cavalos, tentar perceber quando existe spoofing, gráficos, têndencias de descidas e subidas, etc..

    Ou seja, pela experiência que tenho, para fazer trading pre-live nos cavalos, é perciso concentração, rapidez nas decisões e fazer uma leitura do mercado apenas guiando-nos no que vemos no software de trading, principalmente o dinheiro, barreiras e tendências.

    É algo onde o trading é puro, e a percentagem de punter é de 0% ou lá perto.



  1. GreenUpHorsie 07 Out 2010 - 12:38
    Boas, tal como já tinha partilhado com o qH para acrescentar um pouco ao que ele disse, existe o tipo de trader que se segue pela informação do mercado, tipo de corrida, estado da pista, das condições climatéricas como o Paulo explica no seu post, e mesmo da maneira como os cavalos apoiam a pata ao dirigirem-se para a partida.

    Eu acho ser possível haver esses 2 tipos de traders em cavalos, o que faz uma análise fundamental do mercado, e o que faz uma análise técnica e instantânea do mercado. É normal que quem tenha conta no racing post todas as informações e mais algumas sobre os bichanos e quais estão bem valorizados e quais estão ainda a necessitar do seu respectivo reajuste de preço, tenha vantagem sobre o trader que apenas interpreta o mercado sem essas informações.

    Mas o trader que apenas interpreta o mercado na altura do seu trading, eu por exemplo faço dos 20 aos 10 minutos antes, por vezes 5, outros fazem dos 10 até live, outros dos 5 até live, outros apenas em live, se for rígido na sua técnica e auto disciplina pelo meio aproveitando grandes drifts para puder fazer alguns swings, há-de conseguir o seu lucro a longo prazo(e não é pouco). 
  1. Mycroft 08 Out 2010 - 12:53
    Caros colegas qH e Coiso,

    Será possível explicarem ao pessoal como fazem o trading pré-live?

    Eu já tentei. Basicamente baseei-me no peso do dinheiro, mas dei-me mal.
  1. GreenUpHorsie 08 Out 2010 - 13:34
    Boas caro Mycroft.

    Eu posso explicar um pouco, nunca tudo num único post, mas digo desde já que depois de ganhar algumas noções ajuda bastante ver vídeos de traders experientes na área. Eu pessoalmente em breve terei feito alguns vídeos do meu trading pré-live.

    Posso desde já dizer que faço uma análise técnica e quase instantânea do mercado(convém não ser completamente instantânea, e ficar uns segundos ou minutos a ver se por acaso aquela grande resistência não é spoofing).

    Quando fazemos isto temos vários factores em conta. Temos o gráfico(passado) que nos indica o caminho liquidez e tendência(ou falta dela) do cavalo. Temos no software de trading no modo ladder a pressão do dinheiro (que pode ser em valor, ou percentagem e indica se está a ser feita mais pressão por parte do back, ou do lay). Temos o estado do mercado em si, ou seja naquela selecção, quais os preços, onde estão as resistências, e buracos nos preços sem dinheiro, e se no caso de entrarmos se a resistência nos protege ou se é pouca(é muito diferente de utilizar stakes de 2€ em relação a utilizar stakes de 50€ por exemplo), temos a interacção entre selecções, normalmente quando um favorito sobe é porque há um ou um conjunto de selecções onde ocorre o contrário, todo o mercado está interligado, e a liquidez do cavalo e da corrida no geral. Temos também no modo ladder uma coluna que nos indica a que preços é que foi correspondido que valor de dinheiro, imaginando que o cavalo está em subida de 2 para 4, e parece continuar, mas o dinheiro correspondido apenas está até 3.9 com 0€ correspondidos a 4, então é normal que não havendo resistência em lay, que ele não vá subir para odd 4 tão facilmente, o mesmo se aplica na descida e talvez me esteja agora a esquecer de um ou outro factor.

    Ora isto ao fim de algum tempo, o trader apercebe-se que apenas fazendo uma interpretação de todos os indicadores individualmente, e em conjunto no total, consegue tirar uma opinião do que vai acontecer no mercado. Se não tivermos em conta todos estes indicadores e mais alguns que ainda não mencionei, e tivermos apenas um como o peso do dinheiro, acabamos por ser enganados por algo que estava ali à frente dos nossos olhos e não vimos.

    Comecei por reparar acima de tudo, abrindo o modo ladder do software, qual os estado do mercado em relação a preços e resistências e pressão das mesmas, juntando a isso o gráfico do cavalo. Mais tarde reparei que isso não era suficiente, porque por vezes ocorria o oposto do que previa sem perceber porquê. Depois comecei a reparar que quando um sobe outro desce, ou quando um desce o outro ou os outros sobem. E lentamente começamos a ter em conta todos os indicadores para que a nossa leitura e interpretação do mercado esteja quase sempre correcta.

    Outro factor psicológico a ter em conta, além de todos os indutores de erro que o Paulo já partilhou nos seus vídeos que também se aplicam ao trading em cavalos, é habituar-mo-nos a arriscar sempre que o mercado assim nos pede os greens, e nos reds(que sinceramente tenho poucos, e inicialmente eram poucos muito volumosos, agora começam a ser muito menos volumosos) fechar logo e não deixar a situação piorar.

    Com isto quero dizer, maximizar os greens, reduzir nos reds. Abro um back a 3.6, ao fazer scalp meto logo um lay a 3.5, mas o mercado a pressão a subida do vizinho e tudo o resto me diz que vai descer pelo menos até 3.2 ou menos. Então nesse momento tento baixar o lay de 3.5 para 3.3 ou 3.2 para maximizar esse green. Já no caso do lay, mal se vê que a coisa vai virar ao contrário, fechar-se logo com 1 ou 2 ticks de red, em vez de ficar na esperança de que aquilo eventualmente pare de subir para descer... esperança=a não red de x cêntimos mas sim red de y€.

    Poderia ficar aqui a escrever um testamento, mas não vale a pena. Eventualmente será feito um tutorial e partilha de vídeos que tanto ajudam o iniciante a ver na prática, como se clica para fazer trading.

    Ajuda saber a diferença entre scalp e swing trading, ao iniciante aconselho sempre uma banca pequena e o scalp, ou seja um trade com 1 ou 2 ticks de diferença. O swing trading já vai implicar uma posição aberta mais tempo e já requer outro conhecimento que se ganha ao longo do tempo. Ao início é muito natural quando é green, ser de 1 tick, quando é red, deixar aberto para esperar que dê a volta, por vezes dá, muitas vezes não, e o red é superior ao green por vezes superior a 3 ou muitos mais ticks. Isto tecnicamente está mal, ao mínimo risco de red deve-se fechar logo.

    Espero ter ajudado em alguma coisa(como o fórum está tão virgem é praticamente impossível de compilar toda a informação num único post). 
  1. Mycroft 08 Out 2010 - 14:12
    Amigo Coiso,

    Obrigado pela resposta.

    Pelos vistos é mesmo necessário software.
  1. GreenUpHorsie 08 Out 2010 - 21:43
    Depende se é para fazer uns para experimentar, ou a sério. Acredita que os modos de vista do mercado gráficos e indicadores de mercado que o software te faculta facilita bastante a vida em relação à utilização da página web. 
  1. Mycroft 08 Out 2010 - 22:16
    Coiso escreveu:
    Depende se é para fazer uns para experimentar, ou a sério. Acredita que os modos de vista do mercado gráficos e indicadores de mercado que o software te faculta facilita bastante a vida em relação à utilização da página web. 

    Não, não é para experimentar. Eu, e tal como tu e todos que aqui estão, e como outros que virão, temos pelo menos uma característica em comum - Ambição.

    Qual é o software que recomendas? É o BetAngel? (não sei se é permitido publicidade)
  1. Espiritualista 08 Out 2010 - 23:34
    Coiso escreveu:
    Boas caro Mycroft.

    Eu posso explicar um pouco, nunca tudo num único post, mas digo desde já que depois de ganhar algumas noções ajuda bastante ver vídeos de traders experientes na área. Eu pessoalmente em breve terei feito alguns vídeos do meu trading pré-live.

    Posso desde já dizer que faço uma análise técnica e quase instantânea do mercado(convém não ser completamente instantânea, e ficar uns segundos ou minutos a ver se por acaso aquela grande resistência não é spoofing).

    Quando fazemos isto temos vários factores em conta. Temos o gráfico(passado) que nos indica o caminho liquidez e tendência(ou falta dela) do cavalo. Temos no software de trading no modo ladder a pressão do dinheiro (que pode ser em valor, ou percentagem e indica se está a ser feita mais pressão por parte do back, ou do lay). Temos o estado do mercado em si, ou seja naquela selecção, quais os preços, onde estão as resistências, e buracos nos preços sem dinheiro, e se no caso de entrarmos se a resistência nos protege ou se é pouca(é muito diferente de utilizar stakes de 2€ em relação a utilizar stakes de 50€ por exemplo), temos a interacção entre selecções, normalmente quando um favorito sobe é porque há um ou um conjunto de selecções onde ocorre o contrário, todo o mercado está interligado, e a liquidez do cavalo e da corrida no geral. Temos também no modo ladder uma coluna que nos indica a que preços é que foi correspondido que valor de dinheiro, imaginando que o cavalo está em subida de 2 para 4, e parece continuar, mas o dinheiro correspondido apenas está até 3.9 com 0€ correspondidos a 4, então é normal que não havendo resistência em lay, que ele não vá subir para odd 4 tão facilmente, o mesmo se aplica na descida e talvez me esteja agora a esquecer de um ou outro factor.

    Ora isto ao fim de algum tempo, o trader apercebe-se que apenas fazendo uma interpretação de todos os indicadores individualmente, e em conjunto no total, consegue tirar uma opinião do que vai acontecer no mercado. Se não tivermos em conta todos estes indicadores e mais alguns que ainda não mencionei, e tivermos apenas um como o peso do dinheiro, acabamos por ser enganados por algo que estava ali à frente dos nossos olhos e não vimos.

    Comecei por reparar acima de tudo, abrindo o modo ladder do software, qual os estado do mercado em relação a preços e resistências e pressão das mesmas, juntando a isso o gráfico do cavalo. Mais tarde reparei que isso não era suficiente, porque por vezes ocorria o oposto do que previa sem perceber porquê. Depois comecei a reparar que quando um sobe outro desce, ou quando um desce o outro ou os outros sobem. E lentamente começamos a ter em conta todos os indicadores para que a nossa leitura e interpretação do mercado esteja quase sempre correcta.

    Outro factor psicológico a ter em conta, além de todos os indutores de erro que o Paulo já partilhou nos seus vídeos que também se aplicam ao trading em cavalos, é habituar-mo-nos a arriscar sempre que o mercado assim nos pede os greens, e nos reds(que sinceramente tenho poucos, e inicialmente eram poucos muito volumosos, agora começam a ser muito menos volumosos) fechar logo e não deixar a situação piorar.

    Com isto quero dizer, maximizar os greens, reduzir nos reds. Abro um back a 3.6, ao fazer scalp meto logo um lay a 3.5, mas o mercado a pressão a subida do vizinho e tudo o resto me diz que vai descer pelo menos até 3.2 ou menos. Então nesse momento tento baixar o lay de 3.5 para 3.3 ou 3.2 para maximizar esse green. Já no caso do lay, mal se vê que a coisa vai virar ao contrário, fechar-se logo com 1 ou 2 ticks de red, em vez de ficar na esperança de que aquilo eventualmente pare de subir para descer... esperança=a não red de x cêntimos mas sim red de y€.

    Poderia ficar aqui a escrever um testamento, mas não vale a pena. Eventualmente será feito um tutorial e partilha de vídeos que tanto ajudam o iniciante a ver na prática, como se clica para fazer trading.

    Ajuda saber a diferença entre scalp e swing trading, ao iniciante aconselho sempre uma banca pequena e o scalp, ou seja um trade com 1 ou 2 ticks de diferença. O swing trading já vai implicar uma posição aberta mais tempo e já requer outro conhecimento que se ganha ao longo do tempo. Ao início é muito natural quando é green, ser de 1 tick, quando é red, deixar aberto para esperar que dê a volta, por vezes dá, muitas vezes não, e o red é superior ao green por vezes superior a 3 ou muitos mais ticks. Isto tecnicamente está mal, ao mínimo risco de red deve-se fechar logo.

    Espero ter ajudado em alguma coisa(como o fórum está tão virgem é praticamente impossível de compilar toda a informação num único post). 

    99 99 99 p1 p1 p1 p5 p5 p5
  1. Paulo Rebelo 09 Out 2010 - 04:24
    Espiritualista escreveu:
    Coiso escreveu:
    Boas caro Mycroft.

    Eu posso explicar um pouco, nunca tudo num único post, mas digo desde já que depois de ganhar algumas noções ajuda bastante ver vídeos de traders experientes na área. Eu pessoalmente em breve terei feito alguns vídeos do meu trading pré-live.

    Posso desde já dizer que faço uma análise técnica e quase instantânea do mercado(convém não ser completamente instantânea, e ficar uns segundos ou minutos a ver se por acaso aquela grande resistência não é spoofing).

    Quando fazemos isto temos vários factores em conta. Temos o gráfico(passado) que nos indica o caminho liquidez e tendência(ou falta dela) do cavalo. Temos no software de trading no modo ladder a pressão do dinheiro (que pode ser em valor, ou percentagem e indica se está a ser feita mais pressão por parte do back, ou do lay). Temos o estado do mercado em si, ou seja naquela selecção, quais os preços, onde estão as resistências, e buracos nos preços sem dinheiro, e se no caso de entrarmos se a resistência nos protege ou se é pouca(é muito diferente de utilizar stakes de 2€ em relação a utilizar stakes de 50€ por exemplo), temos a interacção entre selecções, normalmente quando um favorito sobe é porque há um ou um conjunto de selecções onde ocorre o contrário, todo o mercado está interligado, e a liquidez do cavalo e da corrida no geral. Temos também no modo ladder uma coluna que nos indica a que preços é que foi correspondido que valor de dinheiro, imaginando que o cavalo está em subida de 2 para 4, e parece continuar, mas o dinheiro correspondido apenas está até 3.9 com 0€ correspondidos a 4, então é normal que não havendo resistência em lay, que ele não vá subir para odd 4 tão facilmente, o mesmo se aplica na descida e talvez me esteja agora a esquecer de um ou outro factor.

    Ora isto ao fim de algum tempo, o trader apercebe-se que apenas fazendo uma interpretação de todos os indicadores individualmente, e em conjunto no total, consegue tirar uma opinião do que vai acontecer no mercado. Se não tivermos em conta todos estes indicadores e mais alguns que ainda não mencionei, e tivermos apenas um como o peso do dinheiro, acabamos por ser enganados por algo que estava ali à frente dos nossos olhos e não vimos.

    Comecei por reparar acima de tudo, abrindo o modo ladder do software, qual os estado do mercado em relação a preços e resistências e pressão das mesmas, juntando a isso o gráfico do cavalo. Mais tarde reparei que isso não era suficiente, porque por vezes ocorria o oposto do que previa sem perceber porquê. Depois comecei a reparar que quando um sobe outro desce, ou quando um desce o outro ou os outros sobem. E lentamente começamos a ter em conta todos os indicadores para que a nossa leitura e interpretação do mercado esteja quase sempre correcta.

    Outro factor psicológico a ter em conta, além de todos os indutores de erro que o Paulo já partilhou nos seus vídeos que também se aplicam ao trading em cavalos, é habituar-mo-nos a arriscar sempre que o mercado assim nos pede os greens, e nos reds(que sinceramente tenho poucos, e inicialmente eram poucos muito volumosos, agora começam a ser muito menos volumosos) fechar logo e não deixar a situação piorar.

    Com isto quero dizer, maximizar os greens, reduzir nos reds. Abro um back a 3.6, ao fazer scalp meto logo um lay a 3.5, mas o mercado a pressão a subida do vizinho e tudo o resto me diz que vai descer pelo menos até 3.2 ou menos. Então nesse momento tento baixar o lay de 3.5 para 3.3 ou 3.2 para maximizar esse green. Já no caso do lay, mal se vê que a coisa vai virar ao contrário, fechar-se logo com 1 ou 2 ticks de red, em vez de ficar na esperança de que aquilo eventualmente pare de subir para descer... esperança=a não red de x cêntimos mas sim red de y€.

    Poderia ficar aqui a escrever um testamento, mas não vale a pena. Eventualmente será feito um tutorial e partilha de vídeos que tanto ajudam o iniciante a ver na prática, como se clica para fazer trading.

    Ajuda saber a diferença entre scalp e swing trading, ao iniciante aconselho sempre uma banca pequena e o scalp, ou seja um trade com 1 ou 2 ticks de diferença. O swing trading já vai implicar uma posição aberta mais tempo e já requer outro conhecimento que se ganha ao longo do tempo. Ao início é muito natural quando é green, ser de 1 tick, quando é red, deixar aberto para esperar que dê a volta, por vezes dá, muitas vezes não, e o red é superior ao green por vezes superior a 3 ou muitos mais ticks. Isto tecnicamente está mal, ao mínimo risco de red deve-se fechar logo.

    Espero ter ajudado em alguma coisa(como o fórum está tão virgem é praticamente impossível de compilar toda a informação num único post). 



    Obrigado pela ajuda.
    É esse o espírito!
    5 estrelas

  1. qH_ 09 Out 2010 - 08:28
    Mycroft escreveu:
    Coiso escreveu:
    Depende se é para fazer uns para experimentar, ou a sério. Acredita que os modos de vista do mercado gráficos e indicadores de mercado que o software te faculta facilita bastante a vida em relação à utilização da página web. 

    Não, não é para experimentar. Eu, e tal como tu e todos que aqui estão, e como outros que virão, temos pelo menos uma característica em comum - Ambição.

    Qual é o software que recomendas? É o BetAngel? (não sei se é permitido publicidade)

    Boas,

    Aconselho-te a usar o Geeks Toy. Para além de ser grátis, podes personaliza-lo exactamente à tua maneira e necessidades.

    E sim, para trading pre-llive nos cavalos percisas mesmo de um software, faze-lo através do site da Betfair é quase impossivel dar certo.

    Abraço 

Procurar