Ver versão desktop
ONLINE
6
Menu
Começar Pontos Academia Curso Tips    Análises    Procurar Tips Estatísticas de Futebol Estatísticas de Ténis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

F1: Mercedes quer comandar já na Austrália


F1: Mercedes quer comandar já na Austrália
"Acredito que um Mercedes pode vencer o Grande Prémio da Austrália a 1.82, mas escolher entre os dois pilotos para a corrida e também para a temporada já é outra história."


O potencial da Mercedes para 2014 foi a principal razão por que Lewis Hamilton mudou para a Silver Arrows, mas será que o seu maior rival ao título está na própria equipa? James Frankland analisa o resultado dos testes de pré-época...

Com os 12 dias de testes pré-época terminados, estamos agora em posição de melhor avaliar o campo antes da primeira corrida, que terá lugar em Melbourne no próximo fim de semana. E não temos boas notícias para os fãs da Red Bull - o campeão do mundo está em desvantagem depois de uma pré-época difícil em que registou apenas 1,711 quilómetros de voltas de teste, comparados com os mais de 4,000 quilómetros acumulados dos rivais McLaren, Ferrari, Williams e Mercedes.

Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo estavam muito abaixo nas tabelas de tempo no último teste no Bahrain, a melhor volta de Ricciardo foi uns 2.5 segundos abaixo da referência estabelecida por Felipe Massa, enquanto a volta mais rápida de Vettel, o campeão em título, foi uns enormes 4.2 segundos mais lenta que a do piloto da Williams.

A diferença vai com certeza diminuir em Melbourne, depois da qualificação acabar, mas a Red Bull foi destituída pelaMercedes, que é agora a favorita da temporada e parece estar a cumprir a promessa de sucesso em 2014. 

Juntos, Nico Rosberg e Lewis Hamilton completaram pouco menos de 5,000 quilómetros de testes e a Mercedes tem muito mais noção do potencial de desempenho do seu carro do que a Red Bull ou mesmo a Ferrari. Tem sido difícil entender a equipa italiana nos testes de pré-época, mas comentadores experientes sugerem que o F14T pode ser apenas o quinto carro mais rápido na Austrália. 

Os carros com motores Mercedes parecem ser os melhores - ou seja a Force India, a McLaren, a Williams e a equipa Mercedes - e estas equipas devem aparecer em força nas posições pontuáveis na Austrália.

É praticamente impossível ignorar que a Silver Arrows pode atingir a vitória, com a sua combinação de fiabilidade, velocidade e compreensão da própria capacidade, o que a põe à frente das outras equipas e torna a Williams no adversário mais próximo, com base nos mesmos parâmetros.  
 
Neste momento, acredito que um Mercedes pode vencer o Grande Prémio da Austrália a 1.82, mas escolher entre os dois pilotos para a corrida e também para a temporada já é outra história. 

Seria de imaginar que a velocidade e o instinto de corrida de Hamilton lhe dão vantagem sobre Rosberg, mas a capacidade de Nico gerir a velocidade dependendo das exigências da corrida pode torná-lo no maior candidato numa fórmula baseada na eficiência. Hamilton está a 3.45para vencer em Melbourne, e podes apostar em Rosberg a 5.5.

Em relação ao Mundial de Pilotos, Lewis é o favorito a 3.45, mas vale a pena considerar as maiores probabilidades de Nico a 7.2.
 
A qualificação na Austrália vai-nos dar a primeira amostra real da verdadeira velocidade de cada carro, mas a Mercedes é claramente a favorita para vencer o Mundial de Construtores a 2.14  - vale a pena apostares, pois podes não conseguir melhor que isto, depois da Silver Arrows se lançar na pista australiana.
 

in Apostas Betfair

betfair

Partilhar "F1: Mercedes quer comandar já na Austrália" via:

Enviar Comentário

Comentário (0)

Procurar