ONLINE
1
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

F1: Mercedes quer comandar já na Austrália

F1: Mercedes quer comandar já na Austrália
"Acredito que um Mercedes pode vencer o Grande Prémio da Austrália a 1.82, mas escolher entre os dois pilotos para a corrida e também para a temporada já é outra história."


O potencial da Mercedes para 2014 foi a principal razão por que Lewis Hamilton mudou para a Silver Arrows, mas será que o seu maior rival ao título está na própria equipa? James Frankland analisa o resultado dos testes de pré-época...

Com os 12 dias de testes pré-época terminados, estamos agora em posição de melhor avaliar o campo antes da primeira corrida, que terá lugar em Melbourne no próximo fim de semana. E não temos boas notícias para os fãs da Red Bull - o campeão do mundo está em desvantagem depois de uma pré-época difícil em que registou apenas 1,711 quilómetros de voltas de teste, comparados com os mais de 4,000 quilómetros acumulados dos rivais McLaren, Ferrari, Williams e Mercedes.

Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo estavam muito abaixo nas tabelas de tempo no último teste no Bahrain, a melhor volta de Ricciardo foi uns 2.5 segundos abaixo da referência estabelecida por Felipe Massa, enquanto a volta mais rápida de Vettel, o campeão em título, foi uns enormes 4.2 segundos mais lenta que a do piloto da Williams.

A diferença vai com certeza diminuir em Melbourne, depois da qualificação acabar, mas a Red Bull foi destituída pelaMercedes, que é agora a favorita da temporada e parece estar a cumprir a promessa de sucesso em 2014. 

Juntos, Nico Rosberg e Lewis Hamilton completaram pouco menos de 5,000 quilómetros de testes e a Mercedes tem muito mais noção do potencial de desempenho do seu carro do que a Red Bull ou mesmo a Ferrari. Tem sido difícil entender a equipa italiana nos testes de pré-época, mas comentadores experientes sugerem que o F14T pode ser apenas o quinto carro mais rápido na Austrália. 

Os carros com motores Mercedes parecem ser os melhores - ou seja a Force India, a McLaren, a Williams e a equipa Mercedes - e estas equipas devem aparecer em força nas posições pontuáveis na Austrália.

É praticamente impossível ignorar que a Silver Arrows pode atingir a vitória, com a sua combinação de fiabilidade, velocidade e compreensão da própria capacidade, o que a põe à frente das outras equipas e torna a Williams no adversário mais próximo, com base nos mesmos parâmetros.  
 
Neste momento, acredito que um Mercedes pode vencer o Grande Prémio da Austrália a 1.82, mas escolher entre os dois pilotos para a corrida e também para a temporada já é outra história. 

Seria de imaginar que a velocidade e o instinto de corrida de Hamilton lhe dão vantagem sobre Rosberg, mas a capacidade de Nico gerir a velocidade dependendo das exigências da corrida pode torná-lo no maior candidato numa fórmula baseada na eficiência. Hamilton está a 3.45para vencer em Melbourne, e podes apostar em Rosberg a 5.5.

Em relação ao Mundial de Pilotos, Lewis é o favorito a 3.45, mas vale a pena considerar as maiores probabilidades de Nico a 7.2.
 
A qualificação na Austrália vai-nos dar a primeira amostra real da verdadeira velocidade de cada carro, mas a Mercedes é claramente a favorita para vencer o Mundial de Construtores a 2.14  - vale a pena apostares, pois podes não conseguir melhor que isto, depois da Silver Arrows se lançar na pista australiana.
 

in Apostas Betfair

betfair

Partilhar "F1: Mercedes quer comandar já na Austrália" via:

Enviar Comentário

Comentário (0)