Ver versão desktop
ONLINE
5
Menu
Começar Pontos Academia Curso Tips    Análises    Procurar Tips Estatísticas de Futebol Estatísticas de Ténis Estatísticas de Basquete Estatísticas de MotorSports Artigos Promoções Concursos Fórum

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Ténis: Djokovic legítimo favorito após sorteio simpático


Ténis: Djokovic legítimo favorito após sorteio simpático
Djokovic e Serena são os favoritos e têm condições para fazer valer o seu jogo...

O especialista de Ténis, Sean Calvert, dá uma vista de olhos no sorteio masculino para o Open da Austrália, e acredita que este veio fortalecer as hipóteses de Novak Djokovic de manter o título...
 
O Open da Austrália de 2013 iniciou-se esta madrugada e estamos todos prontos para o Grand Slam de abertura da temporada.
 
Com este sorteio, o campeão em título, Novak Djokovic, mantém-se como o vencedor mais provável, já que evitou os segundo, terceiro e quarto favoritos nas apostas, assim o sérvio está a 2.1 para a manutenção do título.
 
O primeiro adversário de Djokovic parece relativamente fraco, sendo pouco provável que o adversário da primeira ronda, Paul-Henri Mathieu, consiga enfrentar tamanho desafio durante cinco sets.
 
Também não estou a ver que um dos tenistas do trio Radek Stepanek, Viktor Troicki ou Feliciano Lopez possa criar muitos problemas, a não ser que Steps faça o jogo da sua vida, e depois deste Djokovic enfrentará provavelmente Sam Querrey ou Stanislas Wawrinka.
 
Este último parece ser o adversário mais provável, tendo em conta o péssimo registo de Querrey na Austrália, mas os únicos obstáculos reais que Djokovic enfrentará serão Tomas Berdych, nos oitavos, e talvez David Ferrer na semi-final.
 
Nole deve estar deliciado com este sorteio, tendo em conta o seu historial de 11-1 contra o checo, e 8-0 em piso rápido contra o espanhol.
Os quartos contra Ferrer serão a zona mais provável a que um jogador de preço alto pode chegar, e muitos vão considerar que Jerzy Janowicz é esse homem, mas parece um bocado fantasista pensar que um bom torneio num recinto coberto, no fim da temporada, possa ser comparado a uma participação num Grand Slam. E ele parece com poucas hipóteses a 190.0.
 
Se não fosse o facto de ser um bocado inconstante, preferia apostar em Kei Nishikori a 250.0 ou Janko Tipsarevic a 370.0, se conseguir evitar o "cansaço súbito" ou outros achaques. Ambos têm jogo para derrotar Ferrer, e o japonês em particular poderia ser um candidato, se não se lesionasse de cinco em cinco minutos.
 
 
A segunda metade do sorteio está carregada de talento, com Andy Murray, Roger Federer e Juan Martin del Potro como principais adversários, juntamente com personalidades como Jo-Wilfried Tsonga, Bernard Tomic, Milos Raonic e Richard Gasquet.
 
O grupo de Murray, que começa com a primeira ronda contra o vistoso mas inconsistente holandês Robin Haase, parece bastante confortável para o escocês.
 
Só um Alex Dolgopolov inspirado parece capaz de abalar as esperanças de Murray, mas não estou a ver que isso aconteça, e ele deverá progredir até aos quartos de final, onde provavelmente enfrentará Del Potro.
 
O argentino nunca passou dos quartos em Melbourne e não sou grande fã dele, já que não jogou em nenhum torneio de aquecimento, excepto Kooyong. Se esse jogo acontecer, espero que Murray o ganhe.
 
Claro, Federer e Djokovic também não jogaram no tour em 2013 e, logo de início, o destaque irá para o maestro suíço, que enfrenta Benoit Paire, Nicolay Davidenko e Bernard Tomic, em rápida sucessão.
 
Federer não ganha num slam em piso rápido desde há três anos, aqui em Melbourne, que foi também a última vez em que atingiu uma final em piso rápido, e com o seu grupo composto também por Tsonga, Raonic, Gasquet, Tommy Haas e Philip Kohlschreiber, deve ter desejado algo mais fácil.
 
Raonic deveria estar acima de 170.0, com base nos seus esforços médios na Austrália até agora, mas ainda tem de provar que é forte fora do piso rápido em recinto fechado e de alguns tipos de terra.
 
Tomic está baixo a 60.0, tendo em conta a sua vitória contra Djokovic e um desempenho decente num ATP 250 em Sydney esta semana. Ficaria muito surpreso se ele conseguisse passar Federer.
 
Tsonga deve estar satisfeito com o seu mini-grupo, que poderá vir a ser um combate directo entre ele, Gasquet e Haas para um lugar nos quartos de final. Em teoria, poderíamos considerar Gasquet, mas ele nunca passou dos últimos 16 em Melbourne e ainda joga demasiado do fundo do court para incomodar os jogadores de topo.
 
Assim, Murray terá provavelmente de ultrapassar Del Potro e talvez Federer para atingir a final, onde quase de certeza jogará contra Djokovic, e o sorteio fácil que o sérvio teve torna-o um grande favorito difícil de enfrentar.
 
Como está com quota baixa de 2.1, a minha jogada aqui será de apostar a favor da dupla vencedora Djokovic e Serena Williams, porque será igualmente difícil ver a Americana perder nos singulares femininos.
 
Para apostas a favor com vista ao trading, só Berdych é que atrai a 85.0, mas não muito, e as alternativas possíveis a Ferrer são os únicos bom preços que vale a pena tomar em consideração.
 
Aposta Recomendada 

Djokovic/S.Williams como dupla vencedora a 3.7

 
  in Apostas Betfair
australian open, betfair, ténis

Partilhar "Ténis: Djokovic legítimo favorito após sorteio simpático" via:

Enviar Comentário

Comentário (0)

Procurar