ONLINE
4
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais.
  Visit our site available at: Go to Online Betting Academy
           

Londres 2012: O Futebol brasileiro em busca do Ouro!


Londres 2012: O Futebol brasileiro em busca do Ouro!
Como artilheiro do torneio acredito que possamos usar as odds de Alexandre Pato até mesmo para quem gosta de fazer trading. O brasileiro paga 11.5 na Betfair. Como Neymar será o centro das atenções da marcação adversária acredito que Pato possa aroveitar e voltar a jogar um bom futebol.

O sucesso do Brasil no futebol é inquestionável. Se não foi no Brasil que o esporte foi criado foi aqui que ele atingiu seu ápice. A Nação é dona de cinco titulos mundiais do esporte e alguns de seus selecionados já ocupam o papel de maiores equipes da história no panteão do futebol mundial, mesmo seleções que não venceram Copas como a de 1982. Mas há um titulo que falta no curriculum do Brasil como a nação na qual o futebol chegou mais longe: o ouro olimpico!
 
Não sei se foi a organização das Olimpiadas que sempre atrapalhou um pouco as grandes equipes que dominavam o futebol internacional em dominar também nas Olimpiadas, ou se as preparações do Brasil nunca foram bem feitas para os Jogos, o fato é que o Brasil já experimentou eliminações dramáticas das Olimpiadas com vilanizações tanto de jogadores como de técnicos que chegaram a ser demitidos depois de um insucesso no torneio. Antes do advento do Mundial de futebol as Olimpiadas sempre foram a maior competição da modalidade no planeta, mas com a criação da Copa do Mundo e o temor da FIFA de que sua competição perdesse em prestigio para as Olimpiadas sempre foram criadas regras para limitar as participações das seleções na torneio. A primeira foi a proibição de profissionais o que deu as ex-nações soviéticas o predominio no futebol olimpico já que lá todos eram amadores, depois somente jogadores que não haviam disputado Mundiais podiam jogar as Olimpiadas e agora a limitação por idade, o sub-23.
 
Diferente de outras edições das Olimpiadas nas quais o Brasil viajava com basicamente uma equipe olimpica combinada com a tradicional seleção de 3 atletas com mais de 23 anos permitidos pela competição, em 2012 a situação é diferente. Como os grandes nomes atuais do futebol brasileiro são jovens e a seleção passa por um processo de reformulação as Olimpiadas de Londres vão receber basicamente a equipe titular da seleção brasileira. Atletas como Marcelo, Thiago Silva, Sandro, Oscar, Neymar, Hulk e Alexandre Pato, Alexandre Damião já fazem parte da espinha dorsal do time principal brasileiro e basicamente são a base do nosso time olimpico. Se analisarmos os principais rivais do Brasil a conquista do ouro vemos uma situação completamente diferente. A Espanha, por exemplo, viajou com seu time jovem que conta com bons jogadores, mas está longe de contar com as estrelas de seu time principal que tem dominado o futebol mundial na última década. Mesmo entre os convocados com idade acima de 23 anos a Espanha não exagerou e levou como grandes destaques Jordi Alba, recém-contratado do Barcelona, e Mata do Chelsea.
 
Esta situação pode ser observada tambem em outro rival que promete brigar pela medalha de ouro olimpica, ou reconquita-la já que que Uruguai tem na sua história de conquistas duas medalhas de ouro conquistadas em 1924 e 1928, dois titulos que eles dão praticamente a mesma importância de uma Copa do Mundo. O time celeste foi o segundo classificado da América do Sul atrás do Brasil, que conquistou o titulo do pré-olimpico, mas viaja basicamente com um time jovem muito diferente de sua seleção principal. Claro que os convocados uruguaios com mais de 23 anos impõe mais respeito do que os espanhóis, por exemplo, já que Arevalo Rios, Suarez e Cavani são figuras fundamentais do bom momento pelo qual passa o futebol uruguaio, mas ainda se trata de um time jovem reforçado. Outro latino americano que quer surpreender é o México. A equipe olimpica vem sendo montada há um bom tempo e conta com uma promissora geração do futebol mexicano. Além disso, atletas experientes como o goleiro Corona, Salcido e Peralta completam uma equipe que contá com Marco Fabian, Javier Aquino e Giovanni dos Santos.
 
Com relação as apostas pelos motivos apresentados acredito que finalmente o Brasil conquiste a medalha de ouro olimpica. Para este desfecho temos odds de 2.54 na Betfair. Mas há outras apostas igualmente interessantes.
 
Outra aposta que me agrada é Uruguai no top 3 a 2.50 na Betfair.Além de Uruguai para vencer o Grupo A a 2 na Betfair.
 
México vencedor do grupo B a 2.48 na Betfair.
 
 
Como artilheiro do torneio acredito que possamos usar as odds de Alexandre Pato até mesmo para quem gosta de fazer trading. O brasileiro paga 11.5 na Betfair. Como Neymar será o centro das atenções da marcação adversária acredito que Pato possa aroveitar e voltar a jogar um bom futebol.

 


in Apostas Betfair
betfair, jogos olímpicos

Partilhar "Londres 2012: O Futebol brasileiro em busca do Ouro!" via:

Enviar Comentário

Comentário (0)